Campus Party BA

Desenvolvedores baianos apresentam seus jogos na segunda edição da Campus Party BA

Último dia do evento conta ainda com palestras, workshops e o dia extra da área gratuita

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A Campus Party vai até o domingo (20) e muita coisa vai rolar no evento, principalmente na área aberta, que vai funcionar das 10h às 16h. O coletivo baiano de desenvolvedores independentes (Bahia Indie Developers), por exemplo, terá pequenos estandes onde expositores de todo o estado poderão apresentar os seus jogos para o público em geral, que vai jogar e dar o feedback diretamente para os próprios criadores. Confira a lista:

Foto: Divulgação/AOCA Game Lab
Árida - O game conta a história de Cícera, garota de 12 anos que foi abandonada pelos seus pais e criada pelo avô. Como plano de fundo, o jogo tem o sertão baiano do século XIX, que vai ajudar (ou, quem sabe, atrapalhar) a trajetória da jovem. Desenvolvido pela equipe do estúdio Aoca Game Lab, Árida conta ainda com sistema de exploração e sobrevivência, característicos dos jogos de aventura.


Foto: Divulgação
Grunva - Desenvolvido pelo estúdio Madbel, o game retrata, de forma lúdica, o relacionamento abusivo, presente na vida de muitas pessoas. Apesar de se passar em um universo fantástico, ele não deixa de tocar em temas reais.

Rocket Fist - Foi o primeiro jogo brasileiro a marcar presença no Switch, o novo videogame da nipônica Nintendo. Numa arena lotada de robôs com braços ejetáveis, o jogador deve tentar eliminar o máximo de adversários possível antes de ser destruído. A empresa por trás do game é a Bitten Toast Games. Ah, fizemos uma live com o criador do game, o Daniel SND, no nosso Facebook. É só clicar aqui para assistir.
Foto: Divulgação
Breu - Concebido como um audio game (jogo onde a audição é o principal sentido do jogador), a Team Zeroth, responsável pelo desenvolvimento, propõe uma inclusão dos deficientes visuais no universo dos games.

ES:CA:PE - Já pensou como seria controlar dois atores reais em um cenário também real? É isso que o live game da Era Game Studio proporciona. Enquanto um jogador da plateia toma as decisões, todo o restante pode influenciar na escolha de quem está com o controle em mãos.

Além deles, muitos outros também estarão em exposição, num total de 11 jogos. É preciso visitar o espaço para conferir cada um de perto e dar o feedback.