Campus Party BA

Primeira atração musical da Campus Party, Pedro Pondé conta sobre "experiência especial"

Em conversa com o iBahia, músico falou sobre importância do evento para a juventude baiana e sobre pisar pela primeira vez na Fonte Nova

Pedro Enrique Monteiro (redacao@portalibahia.com)
- Atualizada em

Dizem que a primeira vez no estádio a gente nunca esquece. Mas e quando a sua primeira vez não é para torcer e sim para cantar? Mais precisamente cantar em um evento de tecnologia e inovação. Ou melhor, quando você viu de longe toda a construção do próprio estádio e mesmo assim nunca pisou nele? Pois é, essa história curiosa é do músico Pedro Pondé, atração da primeira noite do palco Lounge da Campus Party Bahia, evento que acontece de 9 a 13 de agosto, na Arena Fonte Nova.

Pedro Pondé durante show na Campus Party Bahia. Foto: iBahia

Antes de subir ao Campus Lounge - que está sendo transmitido full time no site do iBahia - o músico falou sobre o gostinho especial em tocar em um evento voltado para a ciência e tecnologia. Ele conta que sempre pesquisa sobre as inovações e acredita que um evento como a Campus Party Bahia semeia novos frutos para os jovens baianos.

"Eu acho que nós temos diversos jovens inquietos, cheios de energia e de criatividade. Muitas vezes a gente vê que falta incentivo para que eles se desenvolvam, então quando você cria um espaço desses, você tem certeza que vai dar um salto tecnológico, porque eles são o futuro. Isso é uma semente que está sendo plantada e no passar dos anos vamos ver isso", disse.

Pondé conta que, ao chegar na Arena Fonte Nova, foi surpreendido com o público que já conhecia o seu trabalho. Porém, o cantor ex-Scambo sabe que muitos dos jovens presentes na Campus Party ainda não tiveram contato com o seu show e suas músicas. Esse desafio de tocar para novos ouvintes motiva o cantor: "eu adoro tocar para gente que nunca ouviu, porque aí dá vontade de fazer 10 vezes mais. Dá aquela vontade de agradara té assustar".

Sobre a experiência em estar tocando dentro de um estádio, mais precisamente nas arquibancadas, Pondé diz ter um gostinho ainda mais especial. Isso porque o músico ainda não tinha entrado no estádio após a sua reinauguração. E a história é ainda melhor, já que ele viu de perto toda a construção da nova Arena enquanto ajudava um amigo cinegrafista.

Pedro Pondé durante show na Campus Party Bahia. Foto: iBahia

"Para mim tem uma coisa especial e diferente porque eu auxiliei um amigo meu, um câmera. Ele precisou de apoio para fazer um trabalho aqui na construção da Fonte Nova e eu acompanhei ele na construção praticamente inteira. Eu vi cada coisa se montando e eu nunca tinha entrado aqui depois disso", releva o cantor. 

Pisando pela primeira vez no estádio, cantando para um público de jovens e integrando um evento sobre tecnologia e inovação, Pedro Pondé tem certeza que o dia de hoje será memorável. Memorável para ele, como músico, e para os inúmeros jovens que participam da experiência tecnológica e estão ajudando a construindo uma ponte para o futuro.