Campus Party BA

“Programação é a nova base do mercado de trabalho”, diz Rodrigo Hita

Durante a segunda edição da Campus Party Bahia, o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação falou de alguns detalhes do evento

Isadora Sodré e Luiz Almeida (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Realidade virtual, programação, robótica, startups...Tecnologia e inovação são coisas que não faltam na segunda edição da Campus Party Bahia. E é exatamente isso que, segundo o secretário de Tecnologia, Ciência e Inovação do Governo da Bahia,  Rodrigo Hita, será a nova base do mercado de trabalho. “O pensamento e a criatividade serão monetizados”, disse em entrevista ao iBahia na manhã desta sexta-feira (18). 

Hita pontuou ainda a importância de apresentar o mundo de tecnologia para crianças e jovens. “Se ensinar um pouquinho de programação, de robótica, para as crianças das escolas públicas, eles voam longe”.

Sobre o evento, que vai até este domingo (20), o secretário falou a mudança cultural que está acontecendo no estado como um todo. “Estamos saindo de uma sociedade industrial para uma sociedade high tech e é função do Estado despertar isso na população”, disse.

“Na área Open, com entrada gratuita, estamos com um palco de empreendedorismo grande, com mais de 40 startups por dia mostrando seus novos negócios. Além disso, temos a Campus Kids com projetos voltados para educação, a Cimatec, o Scape Room. Queremos aproximar a população da tecnologia”, explicou



Parceria a longo prazo
Quando perguntado sobre um projeto a longo prazo para fomentar o conhecimento dos jovens para a tecnologia, o secretário citou uma ação realizada em parceria com o Instituto Campus Party, o ‘Inclued’. “São laboratórios de robótica makers que serão levados para periferias e cidades mais distantes. Vamos levar essa cultura para os locais mais necessitados”, contou.