Educação

5 dicas que vão determinar qual é o melhor curso de inglês para você

Saiba como escolher o curso de acordo com as suas necessidades

Redação Dino

O domínio do inglês se tornou uma exigência do mercado de trabalho, como se fosse um pré-requisito. Acompanhando esse raciocínio, hoje, existem inúmeras opções de aprendizado com abordagens que se encaixam as necessidades de cada um. Para ajudar, listamos cinco passos a serem seguidos por quem deseja escolher a melhor opção de curso particular de inglês.

1 - Identificar seus objetivos

Primeiro de tudo, é preciso identificar suas metas. Você quer aprender inglês para conseguir se virar durante uma viagem, para uma reunião de negócios ou uma nova vaga de emprego? Se o fim for turístico, por exemplo, o mais importante é aprender conversação rapidamente. Agora, se a questão for profissional, é preciso focar na gramática.

2 – Procurar por um curso que se adeque aos seus horários

Uma das grandes dificuldades que os trabalhadores identificam ao procurar uma formação em inglês é ter tempo para frequentar as aulas. Sabemos que as rotinas estão cada vez mais corridas, por isso, é importante encontrar um curso que se ajuste a sua agenda. Hoje em dia, existem aulas intensivas, para quem precisa aprender a língua em pouco tempo, ou então, com horários mais flexíveis.

3 – Pesquisar qual é o melhor método para você

Algumas escolas de inglês utilizam materiais prontos, apenas seguem a cartilha. Outras organizam apostilas personalizadas de acordo com o interesse do aluno. Vale a pena pesquisar para decidir qual é o melhor método para você. Um ponto a ser observado é que cada um tem um ritmo de aprendizado. Certas pessoas têm facilidade em aprender novas línguas, enquanto outras têm grande dificuldade. Isso é normal, mas pode desanimar o estudante. Pensando na singularidade dos estudantes, alguns lugares já oferecem soluções. “Realizamos um acompanhamento particular com os alunos e, ao final das aulas, é feita uma análise focada na evolução. Cada um tem um ritmo, e isso precisa ser avaliado e respeitado individualmente”, explica Raphael Muniz, CEO do Instituto Mindset.

4 - Levar em consideração seu conhecimento

Enquanto algumas pessoas precisam aprender o inglês do zero, outras já têm alguma noção por acompanhar séries, filmes, ou por ter frequentado aulas em algum momento da vida. Por isso, é importante passar por um teste de nivelamento. Procure uma instituição que crie um plano de ensino próprio para você, levando em consideração seus interesses e conhecimentos prévios.

5 – Saber sobre a capacitação dos professores

A compatibilidade com o professor é mais importante para o aprendizado do que você imagina. Compreensão é a palavra-chave. Você precisa gostar da metodologia e explicação dele, da mesma maneira que ele precisa entender seus objetivos e ritmo. Procure saber qual é a capacitação dos professores, o contato que eles tiverem com língua, como são avaliados e por qual treinamento passaram para dar aulas.