Dia das Mães

A mãe tá on: confira cinco apps que ajudam na rotina da mãe de primeira viagem

Desenvolvimento fetal e diário de amamentação são algumas das tarefas desempenhadas pelos aplicativos

Malu Vieira* (malu.vieira@redebahia.com.br)

Vamos combinar, se tornar mãe não é uma decisão nada fácil. Da gestação até o puerpério, a mulher sofre uma avalanche de dúvidas, informações e novas preocupações, e a sensação é de que a porta de um mundo completamente desconhecido foi aberta. Lidar com essa quantidade de dados pode causar estresse e ansiedade, ainda mais quando tudo isso é vivenciado em um momento de pandemia. 

Como saber se as contrações já indicam trabalho de parto? Em qual horário o bebê foi amamentado pela última vez? Quais vacinas ele ainda precisa tomar? Para facilitar a vida da mãe pandêmica e de primeira viagem, o iBahia fez uma lista com cinco aplicativos que podem ser úteis para mulheres gestantes ou que estão no puerpério. Confira:  

  • Minha gravidez e meu bebê hoje (Baby Center) 

Se você já acompanhou a gravidez de alguma blogueira nas redes sociais, provavelmente já conhece esse aplicativo. Ele é o queridinho das influenciadoras por acompanhar o desenvolvimento do bebê e comparar o tamanho do feto com frutas e pequenos animais.  

Reprodução: Aplicativo

Utilizado por mais de 400 milhões de famílias no Brasil e no mundo, ele é bem intuitivo. Basta comunicar a data prevista do parto que o aplicativo passa a orientar a gestante com conteúdos, dicas e vídeos sobre o desenvolvimento fetal. Todas as informações do app são aprovadas por um conselho médico antes de irem ao ar. 

Além de tudo isso, no app ainda é possível participar de fóruns com outras mamães. Lá, as gestantes podem trocar experiências, tirar dúvidas e se ajudar nesse momento tão importante e também tão difícil.  

Disponível para IOS e Android

  • Contrações na Gravidez 9m (Neiman) 

Reprodução: Aplicativo
No final da gravidez, uma interrogação costuma surgir na cabeça das mamães: “como saber se estou em trabalho de parto?”. Na agonia, muitas famílias não anotam a duração e o espaçamento das contrações, e por isso chega antecipada ou atrasada no hospital. 

E rm um momento de pandemia, quanto menos exposição melhor. Para utilizar o aplicativo da Neiman, basta dar um clique na tela no início e no final de cada contração. Com a avaliação da duração e frequência, ele indica o melhor momento de dar entrada no hospital. 

Disponível para IOS e Andoid









  • Minhas Vacinas 

Este é um aplicativo oficial da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm). Ele te ajuda a manter o calendário de vacinação sempre em dia, tanto de bebês como de adultos.  

É possível criar mais de um perfil no mesmo celular, mas cada um tem um calendário de vacinação individual. Nele, é possível observar quais vacinas são indicadas e marcar as datas de imunização. O app também traz informações sobre as vacinas e as doenças que cada uma delas previne. 

Reprodução: Aplicativo

Disponível para IOS e Andoid

  • Amamentação recém-nascido (Wachanga) 

Reprodução: Aplicativo
Muitas vezes, a amamentação é um momento complicado para as mamães de primeira viagem. Além da adaptação do peito, as noites mal dormidas podem fazer com que algumas dicas valiosas sejam esquecidas, como anotar a duração das mamadas e revezar entre os seios.  

O aplicativo Amamentação recém-nascido ajuda a facilitar esse controle de informações. Nele, é possível manter um diário de amamentação completo com horários, durações e seios oferecidos. As mamães que precisam extrair leite também podem registrar os ml retirados, o que é bem importante para as próximas extrações ou mamadas. 

Disponível para IOS e Andoid


  • Sleepy Sounds/ Sons sonolentos grátis  

A mãe precisa ficar off! Esse é o aplicativo que ajuda as mamães a colocarem o sono em dia. Ele contém músicas de ninar, ruídos brancos e sons da natureza que podem contribuir para que o seu bebê durma tranquilamente. 

No app é possível controlar a duração de cada som e os usuários costumam dizer que ele também funciona bem para quem tem insônia.  

Disponível para IOS e Andoid

*Sob supervisão da repórter Cláudia Callado