Bahia

Abastecimento de água da Heineken ameaçado por decisão judicial na Bahia

Em Alagoinhas está uma das cinco fábricas que a cervejaria holandesa tem no Nordeste

Lauro Jardim, da Agência O Globo

A fábrica da Heineken da Bahia, uma das maiores da cervejaria na América Latina, está com a produção ameaçada por uma decisão judicial.

A Justiça Federal em Brasília deu prazo de 30 dias para o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) revogar os atos que permitiam a exploração de água em Alagoinhas (BA) pela Heineken. Em Alagoinhas está uma das cinco fábricas que a cervejaria holandesa tem no Nordeste.

O STJ já havia decidido pela restituição do direito de exploração das minas de água para o empresário baiano Maurício Brito, detentor do registro, mas a medida nunca foi efetivada. É uma briga judicial que já dura 22 anos. Ainda cabe recurso.