E. C. Vitória

Adaptado ao futebol brasileiro, Maxi fala de Seleção Argentina e da relação com Messi

Mesmo com as boas atuações, o atacante afirmou que não pensa em ser convocado para a seleção de seus país

Editoria Esportes (esportes@portalibahia.com.br)
Destaque do Vitória na temporada, o atacante Maxi Biancucchi está mais que adaptado ao futebol brasileiro. Em sua segundo passagem pelo país, o atacante argentino conquistou o campeonato Baiano e está na vice-artilharia do campeonato nacional com oito gols. Em entrevista ao site Lancenet, o jogador revelou que espera continuar jogando no Brasil na próxima temporada e analisará as propostas, mas agora o foco está voltado para o Vitória.

Maxi Biancucchi espera continuar jogando no futebol brasileiro em 2014
"É lógico que me agrada ficar mais no Brasil, estou novamente bem adaptado. Tomara que eu possa continuar. Quero deixar minha marca aqui no Brasil, esse é um grande objetivo meu. Se propostas vierem no fim do ano, vou analisar cada uma, mas hoje meu foco está todo no Vitória e no G4", afirmou o atacante.
Questionado sobre a comparação com o primo e destaque do Barcelona, o atacante Lionel Messi, Maxi afirmou que não tem problema em ser relacionado com o Messi, mas não gosta das comparações voltadas para o seu futebol. Mesmo um dos destaques do Brasileirão, Biancucchi descartou um possível encontro com o primo na Seleção Argentina.
"Não penso agora em um possível chamado para a seleção argentina, sou realista. Sei a qualidade que a seleção tem no ataque. Por outro lado, sei que o treinador (Alejandro Sabella) dá muito valor aos argentinos que atuam no futebol brasileiro. Quem sabe... Acho que todo mundo tem um sonho e que todo homem deve sonhar. Meu foco é no trabalho. Se eu for chamado um dia, serei o homem mais feliz do mundo. Se não for, meu trabalho seguirá igual.

Leia mais
Top 10: coisas que você não presta atenção quando vai ao estádio