Empregos

Alba recorre da decisão judicial que suspendeu concurso com 123 vagas

Certame segue suspenso, mas as inscrições permanecem abertas através do site da organizadora das provas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em


A Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) publicou uma nota em suas redes sociais na qual relata que recorreu a decisão da justiça da suspensão do edital (001/2018) de um concurso do órgão com 123 vagas. O certame segue suspenso, mas as inscrições permanecem abertas através do site da organizadora das provas.

A decisão foi pautada em uma ação movida por aprovados no último concurso da Alba e que não foram convocados. Desta forma, a justiça determinou um prazo de 30 dias para que os aprovados em um concurso anterior fossem convocados, assim como a lista de cargos terceirizados com a respectiva data de admissão. Caso contrário, haverá uma multa diária de R$ 1 mil.

Em nota, o procurador-geral da Alba, Graciliano Bonfim, argumentou ao presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, que a decisão monocrática na Bahia não pode ser cumprida porque 'entendemos que a mesma impõe à Alba nomear candidatos de um concurso cuja validade expirou em 3 de julho deste ano'. O novo concurso também preencherá vagas para funções não previstas no certame anterior.


Certame
Das vagas oferecidas, 92 delas

são para nível médio e 31 para nível superior e também há oportunidades

para pessoas com deficiência.

No nível médio, as oportunidades

de técnico de legislativo são dividas em administração e agente da

polícia legislativa. Aqueles que possuírem nível técnico podem se

candidatar ao técnico legislativo - odontologia.

no nível superior, as vagas são para analista legislativo nos seguintes

setores: administração, análise de sistemas/informática/tecnologia da

informação, enfermagem, jornalismo/comunicação, nutrição, taquigrafia,

medicina do trabalho, nutrição e redação e revisão legislativa.