Arte e Decoração

Amarelo e cinza para 2021: saiba como aplicá-las na decoração da sua casa

Cores podem ser boas opções para quem quer começar o ano em um 'lar novo'

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Bons sentimentos estão entre os principais desejos das pessoas para 2021. Pensando nisso, as cores escolhidas pela consultoria americana Pantoe para simbolizar o próximo ano prometem transmitir positividade, alegria e um pouco de confiança. De acordo com a empresa, a combinação do cinza Ultimate Gray com o amarelo Illuminating também expressa uma mensagem de força e resiliência.

Como o lar se tornou mais do que um local de descanso, mas também a principal área de trabalho e estudos para a maioria das pessoas neste ano, essas cores podem ser boas opções para quem deseja começar o ano “de casa nova”.

Foto: Divulgação

Para a designer de interiores e consultora na Todeschini Salvador, Fernanda Fonseca, a escolha por móveis cinzas garante modernidade a ambientes como cozinhas. “O cinza virou uma cor universal, tão popular quanto o branco, e suas variações de tom permitem inúmeras combinações de estilo para serem aplicadas a móveis em diversos ambientes”, explica.

Um ponto que deve ser levado em consideração é o acabamento da marcenaria. Dessa forma, o cinza pode ser aplicado em laminados, painéis melamínicos de baixa pressão, laca ou MDF revestido. Segundo Fernanda, o cinza é perfeito também para criar uma base monocromática e brincar com as cores no mobiliário. “O amarelo vibrante sugerido pela Pantone pode se encaixar não só na pintura, acetinada ou com alto brilho, como também em frentes de vidro em gavetas e portas”, diz a designer.

Já o arquiteto Caio Caldas considera que o uso do amarelo, no entanto, deve ser feito com cautela. “É uma cor vibrante, que traz alegria para o ambiente, mas é também muito expressiva e marcante. A decoração amarela é indicada, principalmente, para espaços de convivência. Claro que tudo depende do gosto pessoal de cada um, mas em quartos de casal, por exemplo, em que se sugere que predominem cores frias e tranquilas, para contribuir com o momento de descanso depois de um dia corrido, o amarelo traria um pouco de energia demais", comenta.

Caio também considera que em ambientes mais "urbanos", como em uma cozinha em que predominem os tons de cinza, a escolha pelo amarelo é uma boa pedida. "Com uma proposta integrada, fica super bacana pontuar o amarelo em mobiliários como banquinhos de laca, que são peças decorativas super modernas”, explica o arquiteto.