Saúde

Anvisa determina novas regras para a venda de suplementos e homeopáticos

Agência diz que as mudanças são para que os consumidores tenham mais facilidade e segurança na hora de consumir esses produtos

Redação iBajhia (redacao@portalibahia.com.br)

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) alterou as regras para a comercialização de suplementos alimentares e dos chamados remédios dinamizados, a exemplo dos homeopáticos, antroposóficos e homotoxicólogicos. Com a mudança, alguns remédios homeopáticos terão que atender critérios de produção e passar por testes, mas eles poderão ter nomes comerciais para que o consumidor identifique com facilidade. A Anvisa diz que as mudanças são para que os consumidores tenham mais facilidade e segurança na hora de consumir esses produtos.

Foto: Reprodução
As novas regras devem entrar em vigor a partir do dia 25 de setembro de 2018, mas os produtos que já estão no mercado terão prazo de cinco anos para se adequarem às novas regras. Já os medicamentos que ainda não foram aprovados pela Anvisa, as mudanças valem imediatamente

Com a alteração, os suplementos passarão a ter composição e quantidade padronizadas e o consumidor vai poder comparar produtos de marcas distintas, além de evitar o consumo em excesso de determinadas substâncias.Além disso, nos rótulos terão informações sobre os benefícios daquele produto à saúde do consumidor.

De acordo com uma pesquisa da Abiad(Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres), feita em 2016, 54% dos lares brasileiros consomem suplementos alimentares. De acordo com o Uol, esse mercado, no Brasil, movimenta R$ 5,2 bilhões por ano.  Outra novidade é que todo remédio dinamizado (feitos com substâncias que são submetidas a triturações sucessivas ou diluições seguidas de agitação) passe por registro da agência, ou seja, atenda aos critérios e testes específicos.