Nem Te Conto

Aos 75 anos, Betty Faria conta que sofre de doença incurável

Artista abriu o coração e falou também sobre o uso de uma droga ilícita

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A atriz Betty Faria foi entrevistada no 'Programa com Bial' no 'GNT'. A artista abriu o coração e falou que sofre de doença sem cura e contou sobre o uso de uma droga ilícita. Em um dos momentos, Betty se emocionou ao lembrar de José Wilker.

"O budismo tem uma coisa assim: dos quatro sofrimentos da vida ninguém escapa. Nascimento, doença, velhice e morte. Então, eu tenho uma doença que não tem cura, que é artrite reumatoide, autoimune. Mas que sacanagem o corpo fez. Se é autoimune, o corpo fez. Se o corpo fez, como é que não desfaz? Ainda não descobriram", revelou a atriz.

Betty também afirmou que fuma maconha de forma regular: "Eu gosto de maconha, acho que não tem efeito nenhum. É uma mentira dizer que mexe com memória, porque eu fumei muita maconha e nunca tive problema de memória", que ainda completou: "Minhas colegas que tomam remédio para dormir, na hora de gravar, não sabem o texto".

Além das revelações, a artista se emocionou ao rever cenas do amigo e ator José Wilker - que morreu em 2014 -, ela falou sobre perdas: "Pensei muita coisa hoje tomando banho, sobre os amigos que perdi nos últimos dois anos. E a morte é uma porrada no ego. Nos dois últimos anos anos eu perdi os meus melhores amigos. Ninguém mais fala do Wilker. E Claudio Marzo, avô da minha neta querida mais velha, meu amigo de vida toda? E Hugo Carvana? E Roberto Talma? As pessoas não falam mais", concluiu. A entrevista será apresentada neste domingo (16).