#todosjuntos

Aplicativo reverte like em renda para pessoas periféricas durante crise do coronavírus

Pessoas entram na rede por meio de um aplicativo e, lá, podem criar desafios colocando neles um valor partindo de R$ 100; confira como funciona

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A crise do coronavírus é mais do que de saúde. Com a necessidade do isolamento social, de medidas de higiene e distanciamento, a situação evidencia a desigualdade social. Sabendo disso, a empreendedora e produtora de conteúdo Monique Evelle, dona de uma organização não governamental em Salvador, criou em parceria com a plataforma ItsNoom uma campanha para estimular doações durante o período de pandemia.

Monique Evelle é a idealizadora do projeto / Foto: Reprodução / Instagram

Para isso, as pessoas entram na rede por meio de um aplicativo e, lá, podem criar desafios colocando neles um valor partindo de R$ 100. Os desafios são perguntas criados pelo o usuário. Os outros usuários da rede respondem com ideias propositivas, que ganham curtidas de outros usuários. Cada like vale R$ 1.

A campanha possui embaixadoras famosas como Jennifer Nascimento, Ju Moraes e a atriz e ex-BBB Gleici Damasceno, que já lançaram perguntas na plataforma colocando R$ 15 mil iniciais. O aplicativo é gratuito e qualquer pessoa pode baixar, acessar a rede, criar desafios e participar deles. 

Entrevista ao Ecoa, do Uol, Monique disse que estima conseguir distribuir R$ 200 mil pela plataforma atá abril.