Salvador

Após 4 horas de negociação, suspeito de carregar bomba na Unijorge se entrega

De acordo com a polícia, não foram encontrados explosivos ou armas de fogo com Frank

Redação Correio 24h
- Atualizada em

Após cerca de quatro horas de negociação, suspeito de carregar explosivos durante a realização da prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) se entregou à polícia. A ação ocorreu neste domingo (24), em uma sala da Unijorge, na Avenida Paralela.

Após  passar por atendimento  médico, ele foi  encaminhado ao Departamento de Repressão e Combate  ao Crime Organizado (Draco), onde será ouvido.

Foto: Amanda Palma/Correio

De acordo com o Batalhão de Operações Especiais (Bope), da Polícia Militar, Frank Oliveira da Costa, se rendeu por volta das 16h20. De acordo com o comandante  do Bope, tenente coronel Paulo Coutinho, não foram encontrados explosivos  ou armas de fogo com Frank.

A corporação informou ainda que o Frank apresentava transtornos mentais e fez uma série de reivindicações contra a OAB durante a negociação. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, o Frank movia ou processo contra a OAB.


Além da Polícia Militar, também  participaram  da ação  policial  representantes da Polícia  Federal e Corpo de Bombeiros. Em nota, a PM informou que informações preliminares  dão  conta de que o caso se trata de um fato isolado, sem conexões com terrorismo.


 

Correio24horas