TV

Após demissão, jornalista dispara: 'Estou sendo punida por ter ficado doente'

Izabella Camargo teve o diagnóstico de 'síndrome de burnout', que é o ponto máximo do estresse profissional

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Na última segunda-feira (05), a jornalista Izabella Camargo ficou em estado de choque quando foi chamada pela diretora de Jornalismo da Globo, em São Paulo, para ser comunicada sobre a sua demissão. Izabella estava de licença médica, por conta da doença: síndrome de burnout', que é o ponto máximo do estresse profissional. 

Foto: Reprodução | TV Globo
"Estou sendo punida por ter ficado doente, com uma doença funcional, e os laudos provam isso. Foi um susto. Esperava qualquer coisa, menos ser demitida", disse a jornalista em uma entrevista ao portal Notícias da TV.

A síndrome de burnout (do inglês burn, queima; e out, exterior) é o desgaste emocional que danifica aspectos físicos e psíquicos da pessoa, que reduz a naturalidade e a velocidade com que ela realiza suas tarefas do dia a dia.

Os sintomas são fadiga, cansaço constante, distúrbios do sono, dores musculares e de cabeça, irritabilidade, alterações de humor e de memória, dificuldade de concentração, falta de apetite, depressão e perda de iniciativa.Nos casos mais graves, pode levar ao consumo de álcool e drogas e até ao suicídio.

De acordo com o portal, Izabella chegava na Globo às 3h da madrugada. Fazia quatro entradas no jornal de Monalisa Perrone enquanto se preparava para a GloboNews, na qual ficava até 20 minutos no ar falando de metereologia sem parar. Depois, entrava no Bom Dia Brasil.

Foi na fase de pilotos para o novo H1 e para o Em Ponto que o quadro de Izabella piorou. "Comecei a sentir taquicardia, a ter crises de choro, crises nervosas, sintomas de esgotamento", conta. O auge foi em 14 de agosto. Ela teve um apagão em pleno ar, enquanto interagia com José Roberto Burnier, âncora do Em Ponto.

"Estava falando do tempo nas capitais e não conseguia lembrar de Curitiba. Só falava 'no Paraná, no Paraná, no Paraná', até que o Burnier falou Curitiba. Não lembrava da capital do meu Estado", afirmou ela. 

Em meio a polêmica, a Globo emitiu a seguinte nota:

"A própria Izabella Camargo diz, em vídeo publicado em seu Instagram, que está bem de voz e corpo e que 'está tudo certo'. O motivo pelo qual deixou de trabalhar na TV Globo não guarda nenhuma relação com a licença médica que tirou, mas a emissora não trata em público de suas relações com funcionários ou ex-funcionários. A Globo é reconhecida por todos como uma empresa que zela por seus funcionários, dando todo o apoio possível. Como já dissemos antes, a Globo agradece à Izabella pelos anos de convivência, dedicação e profissionalismo."