Educação

Após vestibular anulado, candidatos ao curso de medicina encaram falta de luz

Apagão durou 50 minutos. Processo seletivo não será cancelado

Redação Correio 24h (redacao@correio24horas.com.br)

Após 13 dias do cancelamento do vestibular por suspeita de fraude, os candidatos para o curso de medicina na Universidade Salvador (Unifacs) enfrentaram mais um contratempo. Durante a realização das provas no último sábado (9), toda a região da avenida Tancredo Neves, incluindo o campus onde a prova era realizada, sofreu 50 minutos de apagão.

Foto: Divulgação

Segundo nota emitida pela Unifacs, o processo seletivo foi reiniciado após o retorno do fornecimento de energia. Os candidatos tiveram uma hora acrescida ao tempo de prova. A instituição afirma ainda que não haverá cancelamento do processo.


O episódio aconteceu após as fortes chuvas que atingiram a cidade no final daquela tarde. A prova realizada no último dia 26, foi cancelada pela instituição no dia 27, horas após cinco candidatos comparecerem ao Ministério Público do Estado (MP-BA) para protocolar uma denúncia indicando a suspeita de fraude no certame.

Candidatos reclamaram que as alternativas de alguns testes estavam destacadas em negrito. Pessoas que participaram do processo foram ouvidas pelo CORREIO à época e afirmaram que as alternativas sinalizadas estavam corretas. A prova foi organizada pela Consultoria em Projetos Educacionais e Concursos Ltda (Consultec).