Especiais

Arena Fonte Nova realiza primeiro teste de iluminação; veja fotos

Na noite de segunda-feira, a arena pôde ser vista nas cores azul, laranja, vermelha e lilás, além da tradicional branca

Ivan Dias Marques (ivan.marques@redebahia.com.br)
- Atualizada em
As cores das luzes poderão mudar conforme a equipe ou artista que esteja utilizando a Fonte Nova. Fotos: Erik Salles/BAPRESS

Quem passava na noite de segunda-feira (18) pelo Dique do Tororó foi surpreendido com uma iluminação nada usual. A dez dias da entrega à Fifa, a Arena Fonte Nova realizou os primeiros testes da iluminação externa do estádio. Como havia sido informado pelo consórcio construtor do estádio, as cores das luzes poderão mudar conforme a equipe ou artista que esteja utilizando a Fonte Nova.


Na segunda, a arena pôde ser vista nas cores azul, laranja, vermelha e lilás, além da tradicional branca. Já prestes a ser passado à Fifa, o estádio ainda recebe assentos no segundo e terceiro anéis e finaliza detalhes internos. A grama ainda está crescendo e só ficará pronta para o jogo inaugural, o Ba-Vi de 31 de março, pelo Baiano. Dois dias antes, acontecerá a abertura oficial. Em junho, o estádio receberá três jogos da Copa das Confederações: Nigéria x Uruguai, Brasil x Itália e a disputa de 3º lugar.


Visita - Salvador continua no clima de Copa das Confederações nesta quarta (20), com a visita do treinador da Seleção Brasileira Luiz Felipe Scolari e do coordenador técnico Carlos Alberto Parreira. A dupla visitará o estádio de Pituaçu e o Gran Hotel Stella Maris. Felipão e Parreira estão em turnê pelas cidades que receberão jogos da Seleção para definir locais de hospedagem, treino e concentração. Na segunda, estiveram em Brasília e nesta terça irão a Fortaleza. A CBF confirmou ontem amistoso do Brasil contra o Chile, dia 24 de abril, no novo Mineirão, em Belo Horizonte.


Leia mais

Confederações: mais de 50 mil bilhetes vendidos na 3ª fase

Mais de 40 mil vão disputar vagas de voluntário em Copa


Matéria original: Jornal Correio*

Arena realiza primeiro teste de iluminação e dá pista do que pode vir