Arte e Decoração

Arquiteto orienta como aproveitar itens antigos da família na decoração

Márcio Barreto aconselha a analisar, antes de tudo, se as peças se enquadram no seu estilo, pois a composição dos espaços deve atender as necessidades e gostos dos moradores da casa

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Quer tornar a decoração da sua casa ou apartamento única? Aproveitar peças da herança da família pode ser uma opção para deixar seu lar aconchegante e cheio de lembranças lindas. Além disso, a decoração efetiva pode ajudar a diminuir os gastos. Mas o arquiteto Márcio Barreto aconselha a analisar, antes de tudo, se as peças se enquadram no seu estilo, pois a composição dos espaços deve atender as necessidades e gostos dos moradores da casa.

"Se forem artigos decorativos, imagine onde poderá ser usado na sua casa e se forem móveis, não deixem de medir e confirmar se encaixam no espaço pretendido. Precisará também ter atenção ao estado de conservação da peça, certamente estará com alguma imperfeição por conta do tempo, mas ela não pode estar estragada, com rachaduras grandes, cupim ou sem funcionamento", explica Márcio Barreto. O especialista ainda indicou que em caso de estado de conservação ruim e um certo valor sentimental, vale restaurar a peça. 

Para montar os espaços, você pode optar por uma base de cores neutra e ousar nos itens de decoração. Márcio Barreto também explica que com relação a disposição das peças não existe um certo e errado, mas que vale ser cuidadoso com os excessos. "Montar o espaço todos os com móveis antigos é uma possibilidade, mas se você pretende valorizar as peças eu sugiro escolher um ou dois para cada ambiente, assim você conseguirá dar destaque

a ele, transformando em uma peça principal". 

Com relação as imagens religiosas, o arquiteto indica colocá-las todas próximas umas das outras, como uma espécie de altar, para deixar harmônico. "Pode ser em um nicho na parede, sobre um aparador ou mesa lateral".