Educação

Aulas virtuais: manter a qualidade é o desafio das instituições de ensino superior

Muitas atividades estão disponíveis para o público

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A Faculdade Batista Brasileira (FBB) foi uma das primeiras instituições de ensino superior de Salvador a implantar as aulas por meio da virtualização da presencialidade, diante do cenário de pandemia do COVID-19. Nas aulas virtualizadas são mantidos os horários e dias das aulas presenciais. 

A premissa da FBB é manter a qualidade das aulas e a atratividade das atividades acadêmicas. Para isso contou com a parceria da Safetec, empresa que representa a Google for Education no Norte/Nordeste, por oferecer o que há de mais moderno em tecnologia na educação, mais interatividade e conectividade nas aulas, sendo ministradas em tempo real como no presencial.

"As aulas seguem com o mesmo nível de exigência e comprometimento, mas garantir o cumprimento do calendário acadêmico com qualidade, é só uma parte deste desafio. Faculdade é movimento, conhecimento, conexões, uma unidade viva, e diante de um cenário de crise precisamos potencializar o aprendizado e acesso à informação, usando toda tecnologia disponível", reforça Ângela Reis, Gerente de Relacionamento da FBB, que está envolvida em diversos projetos virtuais da Faculdade.

A FBB nestes dois meses já implementou projetos virtuais como #FBBquecuida, uma sala virtual para acolher alunos e colaboradores por meio de uma escuta sensível e discussão de temas relacionados ao equilíbrio emocional; #FBBTalks  bate papo com alunos e colaboradores sobre temas atuais e ligados a pandemia; #FBBMovimente-se, dicas de saúde neste momento de isolamento social, entre outros.

Já foram mais de 50 Lives realizadas até o momento no Instagram da Faculdade @fbboficial, com profissionais e especialistas de diversas áreas do conhecimento. “E vamos além, cientes do nosso papel mobilizador, enquanto instituição de ensino superior, estamos lançando o #FBBpro.move, que partiu da ideia de um estudante da Faculdade, que visa criar um ecossistema de compartilhamento de serviços/produtos para incentivar a geração de renda entre os nossos estudantes neste momento de pandemia”, pontua Andréa Kraus.

Muitas atividades estão disponíveis para o público basta acompanhar nas redes sociais @fbboficial e conferir as notícias no site.