Carros

Autônomo: aplicativo no Japão traz carro sem motorista

Nissan anuncia testes com modelo semiautônomo e pretende lançar novidade, comercialmente, em dois anos

Agência O Globo

Agora é para valer. A Nissan anunciou, nesta sexta-feira (23), que pretende, a partir do mês que vem, iniciar os testes com o Easy Ride, um táxi-robô. O usuário poderá pedir um carro pelo celular e embarcar, sem motorista, até o seu destino. A empresa japonesa deverá lançar comercialmente o serviço do veículo semi-autônomo apenas em 2020. Na fase de experiência, o carro deverá operar em trecho de até 4,5 quilômetros da sede da montadora, em Yokohama. Estimativas de valores para o uso não foram divulgadas.

O Easy Ride possui câmeras, sensores e radares para reconhecer pedestres, interseções, semáforos e outros veículos. O serviço não dispensa totalmente o motorista, uma vez que a lei local não permite veículos totalmente autônomos. O motorista vai acompanhar o deslocamento do veículo, sem a necessidade de tocar no volante. Em alguns momentos, terá de intervir para evitar acidente. A Nissan recebeu a inscrição de 300 pessoas interessadas em experimentar o serviço, desenvolvido em parceria com a empresa de tecnologia DeNa.

"Nós, na DeNA, queremos abordar vários problemas de tráfego e usar o poder da Internet e da Inteligência Artificial que cultivamos. Esperamos resolver este problema", diz Isao Moriyasu, CEO da DeNA.

Para utilizar o Easy Ride, o usuário precisa baixar o aplicativo em seu celular. Após o início de sessão, o reconhecimento de voz é usado para definir um destino, a data e a hora para a viagem. No teste, há quatro destinos possíveis em Yokohama. No veículo, um display mostra rota em um mapa digital. O aplicativo está apenas em japonês, mas há planos para oferecer em outras línguas, sobretudo para atender o turismo.

Este é mais um serviço em teste em todo om mundo, como o Google Waymo e o piloto automático da Tesla. Grandes montadoras como a Mercedes e a Toyota, também, desenvolvem tecnologia para o carro autônomo.