E. C. Bahia

Bahia vira aos 45 do segundo tempo e se aproxima da classificação

Júnior Brumado marcou o gol do triunfo tricolor sobre a Juazeirense no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro

Gabriel Rodrigues, do Correio 24h

O que era tensão se transformou em alívio no fim. Na tarde deste domingo (4), o Bahia venceu a Juazeirense de virada por 2x1, no estádio Adauto Moraes, em Juazeiro, com gol marcado aos 45 minutos do segundo tempo. O resultado deixou o tricolor na vice-liderança do Campeonato Baiano, com 17 pontos, muito próximo da clássificação para a semifinal do estadual. Já o Cancão de Fogo perdeu a chance de garantir classificação antecipada e vai jogar seu futuro na última rodada.

Foto: Divulgação/EC Bahia
Com quatro desfalques por lesões e expulsões, Guto Ferreira foi obrigado a colocar uma equipe com muitas mudanças em campo. Quando a bola rolou, o que se viu foi um Bahia com os velhos problemas para criar e definir as jogadas. No primeiro tempo as melhores chances até foram do tricolor. Mas Edigar Junio, em duas oportunidades de cabeça, e Kayke desperdiçaram as chances de abrir o placar.

Do outro lado, a Juazeirense tentava explorar as descidas em velocidade, mas encontrava dificuldade para furar o sistema defensivo do Bahia. Quando conseguiu encaixar o contra-ataque, o Cancão foi mortal. Aos 26 minutos Rayllan fez a jogada pela direita, passou pela marcação de Lucas Fonseca e encontrou o meia Bruno livre do lado esquerdo. O camisa dez da Juazeirense bateu de primeira, na saída de Douglas, e colocou o time do interior na frente.

Com a inferioridade no placar, o Bahia seguia com dificuldades e pouco incomodava o goleiro Tigre. Já a Juazeirense menteve a postura e tentava surpreender o tricolor para ampliar a vantagem no marcador.

Virada no fim

Precisando correr atrás do prejuízo, Guto Ferreira voltou do intervalo com duas mudanças. Elton entrou na vaga de João Pedro e Keyke deu lugar para Júnior Brumado, mas os problemas continuaram os mesmo.  No chute de Brumado na pequena área, Tigre fez a defesa e evitou o empate. Com mais posse, mas pouca criatividade, Guto foi para o tudo ou nada e colocou o meia Régis no lugar de Allione.

 Aos 32 minutos, Régis aproveitou jogada de Léo do lado esquerdo, invadiu a área e chutou forte, mas a bola foi para fora, assustando o goleiro Tigre. De tanto  insistir nas jogadas de bola na área, o Bahia chegou ao gol. Léo cobrou lateral direto na área Júnior Gaúcho tentou cortar e mandou contra o próprio gol, aos 39 minutos. O empate deu ânimo ao tricolor, que partiu para o ataque.

Aos 42 minutos Régis cobrou falta na área e Júnior Brumado mandou de cabeça para fora e desperdiçou a chance da virada. Três minutos depois veio a redenção. Régis cobrou falta na área, a defesa da Juazeirense afastou mal e Júnior Brumado, de cabeça, decretou a virada tricolor aos 45 minutos do segundo tempo.

O próximo compromisso do Bahia será na quarta-feira (7), contra o Jequié, na Fonte Nova.