Santa Casa

Bairro da Paz recebe programação para mulheres com participação de Monique Evelle

Integrante da lista 30 under 30 da revista Forbes, a jovem bate-papo sobre empoderamento no Programa Avançar

Especial de Conteúdo

Amanhã (21), das 9h às 12h30, o Bairro da Paz, em Salvador, receberá um evento especialmente voltado para as moradoras da comunidade, com ações de estímulo ao empoderamento e bem-estar. A programação contará com oficina para cultivo de hortas em pequenos espaços, aulão de yoga e bate-papo sobre feminismo negro com a ativista social Monique Evelle. O evento acontecerá no Programa Avançar, espaço mantido pela Santa Casa da Bahia. A instituição assina a promoção da iniciativa em conjunto com o núcleo baiano do Grupo Mulheres do Brasil.

Durante a oficina “Ervas que brilham na cozinha” as moradoras aprenderão como cultivar dentro de casa as hortaliças mais utilizadas na alimentação e preparo das refeições. Na ocasião, a horta vertical do Programa Avançar, aberta à comunidade do Bairro da Paz, será revitalizada. Como incentivo aos cuidados da saúde do corpo e da mente, as participantes do evento também poderão conhecer os benefícios da prática do Yoga - relaxamento, melhora da postura corporal e aumento da capacidade respiratória -, durante um aulão.

Empoderamento feminino e feminismo negro serão o tema do bate-papo com a baiana Monique Evelle. A jovem de 23 anos compõe a lista 30 under 30 da revista Forbes, além de aparecer na lista das mulheres inspiradoras da ONG Think Olga. Nascida e criada em Salvador, no Nordeste de Amaralina, Monique é considerada uma das novas vozes do feminismo negro no país e também é idealizadora de diferentes negócios sociais da comunicação, educação e empreendedorismo sustentável, como o Desabafo Social, Radar.vc e Evelle Consultoria. Recentemente, ela viajou por cidades brasileiras para pesquisar sobre inovações políticas nas periferias pelo Instituto Update.

O evento marca o início de uma parceria entre o Núcleo Bahia do Núcleo Mulheres do Brasil e a Santa Casa da Bahia, instituição que possui mais de 16 anos de atuação no desenvolvimento de projetos e programas de assistência social para a comunidade do Bairro da Paz.

Sobre o Programa Avançar

Fundado em 2009 pela Santa Casa da Bahia, o Programa Avançar – Centro de Referência em Promoção Social e Capacitação desenvolve projetos e programas com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento socioeconômico e cultural dos moradores do Bairro da Paz. O espaço oferta gratuitamente cursos e oficinas para qualificação profissional, ações de incentivo à cidadania e promoção social para crianças, jovens e adultos da comunidade. Cerca de 2.700 pessoas são diretamente impactadas todos os anos, com a prestação de mais de 10 mil atendimentos sociais.

Sobre a Santa Casa da Bahia

A Santa Casa da Bahia foi fundada em 1549, mesmo ano da cidade de Salvador. A entidade foi a única do Estado a prestar aos baianos serviços nas áreas de assistência social e atendimento à saúde por cerca de 200 anos. Hoje, além de seguir com trabalhos voltados para esses dois segmentos de atuação, a Santa Casa desenvolve atividades de ensino e pesquisa, cultura e educação infantil, por meio de diversas unidades, projetos e programas. Integram o grupo de equipamentos da Santa Casa da Bahia o Hospital Santa Izabel, a Unidade Álvaro Lemos, a Casa de Saúde Solange Fraga e a Unidade de Acolhimento Infantojuvenil Casa da Ladeira. Também pertecem à instituição o Museu da Misericórdia, o Centro de Memória Jorge Calmon, o Cerimonial Rainha Leonor – Pupileira e o Cemitério Campo Santo. No Bairro da Paz, a Santa Casa mantém seis Centros de Educação Infantil, o Programa Avançar e outras iniciativas de ação social. A entidade ainda atua como administradora de unidades públicas de saúde, sendo responsável pela gestão dos Multicentros de Saúde Amaralina e Vale das Pedrinhas, Hospital Municipal de Salvador e Hospital Municipal da cidade de Catu.

Sobre o Grupo Mulheres do Brasil

O Grupo Mulheres do Brasil foi criado em outubro de 2013 por 40 mulheres executivas de diferentes setores. Sob a liderança da empresária Luiza Helena Trajano, presidente da organização, almeja ser o maior bloco de mobilização política suprapartidária do Brasil. Entre suas frentes de atuação estão educação, saúde, empreendedorismo feminino, combate à violência contra a mulher e igualdade racial. Atualmente, o grupo contém cerca de quinze mil participantes no Brasil e no exterior, em países como Portugal, França, Alemanha, Inglaterra e Estados Unidos. Suas integrantes vêm de diferentes classes, origens e profissões, e lutam por um país mais justo e com igualdade de oportunidades para homens e mulheres.