Economia

Bill Gates pode não ter mais ações da Microsoft em 2018

Nesta semana, empresário deixou de ser maior acionista individual da empresa que fundou

Redação iBahia (agenda@portalibahia.com.br)

O magnata norte-americano Bill Gates, ex-presidente executivo da Microsoft, não terá posse direta da companhia em meados de 2018, caso mantenha o ritmo atual de suas vendas de ações. Gates, que fundou a empresa em 1975, vendeu 20 milhões de ações a cada trimestre nos últimos 12 anos sob um plano pré-estabelecido.


Veja também:

Samsung é condenada a pagar US$ 119 milhões à Apple por violação de patentes

Após realizar mais uma venda de ações esta semana, Gates foi superado por outro ex-presidente, Steve Ballmer, que se aposentou em fevereiro e se tornou a agora o maior acionista individual da Miscrosoft. Segundo informações enviadas à Securities and Exchange Comission (SEC), Gates ainda possui cerca de 330 milhões de ações. Ballmer tem 333 milhões.