Cinema

Brasil fica fora da disputa pelo Oscar de melhor filme estrangeiro

"O grande circo místico", de Cacá Diegues, tentava representar o Brasil no prêmio de melhor filme estrangeiro

Agência, O Globo
- Atualizada em

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou, na noite desta segunda-feira, os pré-indicados para a 91ª cerimônia do Oscar em nove categorias.

"O grande circo místico", de Cacá Diegues, que tentava representar o Brasil no prêmio de melhor filme estrangeiro, acabou ficando de fora da lista com nove longas. "Pássaros de verão"(Colômbia), "A culpa" (Dinamarca), "Never look away" (Alemanha), "Assunto de família" (Japão), "Ayka" (Cazaquistão), "Cafarnaum" (Líbano), "Roma" (México), "Guerra Fria" (Polônia) e "Em chamas" (Coreia do Sul) foram os selecionados.

Foto: Reprodução

Com isso, o Brasil completará 20 anos sem um representante nesta categoria do Oscar — o último foi "Central do Brasil", em 1999. Em 2004, "Cidade de Deus" teve quatro indicações, incluindo a de melhor diretor para Fernando Meirelles, mas não disputou como filme estrangeiro.

A Academia divulgou ainda concorrentes de documentários curta e longa-metragem, maquiagem e cabelo, trilha sonora, canção original, efeitos visuais e melhores curtas.

A lista final com todos os indicados ao Oscar será anunciada no dia 22 de janeiro. A cerimônia está marcada para 24 de fevereiro, no Dolby Theatre. O apresentador da festa ainda é desconhecido desde que o comediante Kevin Hart desistiu da tarefa após críticas por piadas homofóbicas.

Veja a lista de pré-indicados para Filme estrangeiro:

"Pássaros de verão"(Colômbia)

"A culpa" (Dinamarca)

"Never look away" (Alemanha)

"Assunto de família" (Japão)

"Ayka" (Cazaquistão)

"Cafarnaum" (Líbano)

"Roma" (México)

"Guerra Fria" (Polônia)

"Em chamas" (Coreia do Sul)