Mundo

Brasileiro é preso por desviar R$ 900 mil da Disney para levar família aos parques

Renan Dias era funcionário do cruzeiro da empresa e confessou ter roubado dinheiro de loja de presentes

Agência O Globo

Um funcionário brasileiro da Disney Cruise foi preso acusado de desviar US$ 275.000, cerca de R$ 900 mil, de um navio onde trabalhava. Renan Dias, de 32 anos, ainda teria usado parte do dinheiro para levar toda a família em uma viagem de férias nos parques da Disney, em Orlando, nos Estados Unidos.

Segundo informações do jornal 'Orlando Sentinel', a viagem foi realizada entre abril e maio deste ano e teve custo total de cerca de R$ 115 mil. Foram US$ 8.700 (cerca de R$ 28.400) em hospedagem e pouco mais de US$ 26 mil (aproximadamente R$ 85 mil) gastos em alimentação, entretenimento e presentes. Renan teria pago a viagem com o desvio de dinheiro de cartões-presente.

Renan trabalhava na tripulação do cruzeiro e atuava em lojas de produtos oficiais da Disney. Ele confessou ter começado a roubar dinheiro da loja em 2015, até ser descoberto, no fim de outubro. Em depoimento, Renan confessou que começou com um desvio de US$ 40 (R$ 130) e que percebeu que "nada iria acontecer" com ele. Logo depois, fez desvios maiores, no valor de US$ 1 mil (cerca de R$ 3.200). Ele ainda usava o nome de outro funcionário para ter acesso ao sistema e transferir os valores.

O brasileiro foi preso após ser confrontado por uma equipe do FBI, em San Diego, na Califórnia. Ele foi encaminhado para o Centro Corretio Metropolitano em San Diego. Uma audiência preliminar está marcada para o dia 8 de novembro. De acordo com a NBC, Renan pode pegar, pelo menos, 20 anos de prisão se for condenado por fraude eletrônica.

O jornal 'O GLOBO' entrou em contato com a Disney Cruise Line, mas a empresa ainda não se pronunciou sobre o caso.