Mundo

Brasileiro morre atropelado durante primeira viagem internacional

Gustavo Henrique Carvalho, de 30 anos, viajou a Cancún, no México para aproveitar o Natal e Ano Novo

Redação Correio 24h

O administrador Gustavo Henrique Carvalho, de 30 anos, fez pela primeira vez uma viagem para fora do Brasil, para passar o Natal e o Ano Novo no que seria uma experiência única. Gustavo foi a Cancún, no México, e lá morreu atropelado horas depois de ter chegado, na madrugada desta segunda-feira (22).


O paulista estava acompanhado do amigo, Marcel Fernandes, e foi a uma casa noturna na noite de domingo (21). Marcel decidiu voltar mais cedo, mas Gustavo permaneceu no local por mais algum tempo.


Quando voltava ao hotel, por volta das 5h, Gustavo atravessava uma rua quando foi atropelado por um carro de cor laranja. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O motorista teria fugido sem prestar socorros.

Gustavo Henrique Carvalho, de 30 anos, viajou a Cancún, no México para aproveitar o Natal e Ano Novo

Marcel foi avisado pela polícia da morte e tomou as primeiras providências, recebendo uma procuração da família para reconhecer o corpo e acionar o consulado brasileiro no México."O Gustavo tinha um seguro de viagem e a empresa está tomando as providências. O problema é que por causa do recesso do final de ano, a seguradora disse à família que o traslado do corpo pode levar até dez dias. Não dá para acreditar. O Gustavo estava muito feliz com essa viagem, havia planejado há meses. Ele era uma pessoa incrível", disse André Kudo, amigo de Gustavo, em entrevista à Folha de S. Paulo.

Correio24horas