Tecnologia

Bug no WhatsApp coloca em risco 200 milhões de usuários

Empresa de segurança da informação detectou vulnerabilidade que coloca usuários em risco de fraudes eletrônicas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Mais de 200 milhões de usuários do aplicativo WhatsApp correram risco de fraudes eletrônicos a partir de um bug no aplicativo. Segundo a empresa de segurança da informação Check Point, o bug permite que hackers distribuam programas maliciosos como vírus na versão para computadores do WhatsApp.


Segundo a empresa, a vulnerabilidade foi causada porque o programa faz o envio de contatos no formato cartão virtual (vCard), isso dá brecha para que hackers enviassem vCards falsos contendo programas maliciosos "escondidos". Quando clicado, o vCard infectaria os computadores.


De acordo com Check Point, a vulnerabilidade permite também a entrada de ransomware - usados para "sequestrar" computadores e extorquir usuários por "resgate". O WhatsApp foi alertado sobre o problema em 21 de agosto e na semana seguinte criou um patch para corrigir a falha.


O WhatsApp é um aplicativo de mensagens instantâneas e tem sua versão original para smartphone, mas ganhou uma nova versão para computadores. Mais de 900 milhões de pessoas no mundo utilizam o app pelos celulares.