Economia

Caixa estende horário de atendimento nas agências para saques das cotas do PIS

Saque para pessoas com menos de 60 anos vai até esta sexta-feira (28)

Agência O Globo

A Caixa Econômica Federal estendeu o horário de atendimento em suas agências nesta quinta e nesta sexta-feira (27 e 28 de setembro), últimos dois dias para o saque das cotas do PIS/Pasep por pessoas que trabalharam formalmente de 1971 a 1988 e têm menos de 60 anos. As agências do banco — que paga somente as cotas do PIS a trabalhadores da iniciativa privada — serão abertas duas horas mais cedo, à exceção das regiões em que esse horário não for a melhor condição de atendimento aos clientes. Nesses casos, a decisão ficará a cargo de cada superintendência local.

Quem quiser saber se tem cotas do PIS a receber pode acessar www.caixa.gov.br/cotaspis. A página informa o valor a retirar e os canais disponíveis para o resgate. Se o montante já tiver sido creditado em conta-corrente ou poupança — na própria Caixa ou em outra instituição financeira da qual o beneficiário seja cliente —, o site também vai informar o depósito. O Banco do Brasil (BB), que paga as cotas do Pasep a servidores públicos, ainda não informou se também antecipará o horário de atendimento.

A partir do dia 1º de outubro, as retiradas voltarão a ser permitidas somente para os cotistas que atendem a um dos seguintes critérios: ter 60 anos de idade ou mais, ser aposentado, ser herdeiro de cotista, estar em situação de invalidez ou ter doença grave especificada em lei.


Outras formas de consulta
Outros canais para consulta são o aplicativo Caixa Trabalhador, disponível para download nas plataformas Android e iOS. A ferramenta é gratuita, e as informações são apresentadas quando o usuário clica no link “Informações cotas do PIS”, informando CPF ou NIS e data de nascimento. Para verificar o valor também deverá ser informada uma senha de internet já cadastrada.

Outras opções são os terminais de autoatendimento, por meio do Cartão do Cidadão, ou o internet banking para correntistas da Caixa, na opção “Serviços ao Cidadão”.

No caso do BB, a consulta ao Pasep para os servidores pode ser feita em www.bb.com.br/pasep.

O que já foi pago
Até a última segunda-feira, dia 24, já haviam sido pagos R$ 9,6 bilhões aos trabalhadores cadastrados no fundo PIS/Pasep entre 1971 e 4 de outubro de 1988. Mais de quatro milhões de pessoas com menos de 60 anos ainda não tinham resgatado suas cotas de PIS, contabilizando R$ 5,7 bilhões disponíveis para retirada.

Somente a Caixa já transferiu R$ 1,7 bilhão aos trabalhadores que têm contas em bancos privados. Isso foi possível graças a um acordo feito pelo Ministério do Planejamento, pela Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e por oito instituições (Bradesco, Itaú Unibanco, Santander, Bancoob, Sicredi, Mercantil, Banestes e BRB).

O que são as cotas
As cotas do PIS/Pasep foram depositadas pelos empregadores (empresas privadas e governos) em nome dos trabalhadores no período entre 1971 e 1988. Essas contas, porém, tornaram-se inativas a partir da Constituição Federal, de 4 de outubro de 1988, pois pararam de receber depósitos. A partir daí, os trabalhadores que tinham esses saldos passaram a receber apenas os rendimentos anuais.