Educação

Candidaturas abertas para estudar na França com bolsas de estudos; saiba como participar

Bolsas "Bienvenue en France" são atribuídas pela Embaixada da França no Brasil para alunos de graduação e pós-graduação

Redação Dino

Os interessados em realizar uma graduação ou pós-graduação na França já enviar suas candidaturas por meio do site do Campus France Brasil, agência oficial do governo francês responsável pela promoção do ensino superior. O sistema permite que o candidato escolha mais de uma opção de curso, em instituições públicas ou privadas, aumentando as chances de admissão.

Para participar do processo seletivo, os candidatos devem criar um dossiê eletrônico com informações sobre seus percursos acadêmico e profissional, além de motivação e outros anexos. A data limite para envio dos dossiês para candidaturas no 2º e 3º ano da graduação e pós-graduação, o prazo é 5 de março de 2020.

É possível encontrar informações detalhadas sobre a quantidades de cursos que podem ser indicados, o calendário e o processo de candidatura no site do Campus France Brasil.

Foto: reprodução
Universidades públicas e benefícios para brasileiros

Todos os anos, mais de 300 mil estudantes estrangeiros são acolhidos pelas universidades e outras instituições de ensino superior francesas. Segundo dados da Unesco, a França o quarto país do mundo que mais acolhe estudantes internacionais. O Brasil, representado por mais de 5 mil pessoas, é o primeiro país latino-americano e o 15º do mundo com mais presença nas universidades francesas.

O custo relativamente baixo dos estudos é um dos principais fatores de escolha dos alunos estrangeiros. Nas universidades e escolas públicas, parcialmente subsidiadas pelo governo, as taxas variam entre 400 a 3.770 euros anuais. Nas universidades privadas, o custo pode variar entre 5.000 e 12.000 euros por ano.

Com o visto de estudante de longa permanência, é possível trabalhar meio período. Os alunos das instituições francesas ainda têm acesso a restaurantes universitários, auxílio-moradia e planos especiais para transporte. Além disso, os brasileiros que vão para a França podem se candidatar a mais de 200 programas de bolsa.

Bolsas Bienvenue en France e exonerações parciais das universidades


Ao realizar a candidatura através da plataforma do Campus France Brasil, os candidatos já concorrem, automaticamente, à bolsa "Bienvenue en France", oferecida pela Embaixada da França no Brasil. A bolsa prevê uma exoneração parcial do custo anual de formações realizadas em instituições públicas francesas sob tutela do Ministério do Ensino Superior, da Pesquisa e Inovação.

Os beneficiados deverão arcar, na sua chegada na França, com uma inscrição equivalente a 170 euros anuais para graduação e 243 euros anuais para a pós-graduação. A bolsa não é um auxílio financeiro e não prevê a exoneração de outras taxas, como a tarifa do procedimento de candidatura ou pré-consular, taxas consulares, seguros, passagens aéreas etc.

Além das bolsas Bienvenue en France, os candidatos também concorrem às exonerações parciais das universidades francesas. No ano letivo 2019-2020, mais de 50% dos aprovados foram contemplados com alguma modalidade de exoneração parcial, seja direta das universidades, seja pela bolsa Bienvenue en France.



Sobre o Campus France

Presente em mais de 120 países, Campus France é a agência governamental francesa responsável pela promoção do ensino superior, o acolhimento e a mobilidade internacional. A agência é ligada ao Ministério do Ensino Superior e da Pesquisa e ao Ministério das Relações Exteriores. No Brasil, está vinculada ao Serviço de Cooperação e de Ação Cultural da Embaixada da França.

A agência Campus France Brasil oferece orientação personalizada e gratuita aos interessados em estudar na França e centraliza o procedimento de candidatura para grande parte das universidades do país europeu. Atualmente, conta com escritórios em São Paulo, Recife, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Brasília.