Comportamento

Casamento Batista: 'Essa união só foi possível porque estava sob a vontade de Deus'

Conheça a história de Caroline e Ualace que fizeram de um pequeno almoço uma festa de casamento para 150 convidados com a força da fé e do amor

Isadora Sodré (isadora.sodre@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Com amor e fé, qualquer união se torna possível. Parece que este é lema da união entre a advogada de 29 anos, Caroline Albuquerque, e do atendente comercial, Ualace Bezerra, de 26 anos. A história dos dois começou com uma grande amizade que se transformou em amor e em uma união de cinco anos. Mas, segundo Caroline, este laço só foi possível porquê estava sob a vontade de Deus. Os jovens são da religião Batista e fizeram a cerimônia de casamento seguindo os preceitos da crença.

Foto: Caroline Paternostro
“Meu marido é batizado na igreja Batista e é fiel desde criança. Eu, antes de conhecê-lo, tinha uma simpatia pela religião e ia para algumas cerimônias, mas minha fé se tornou mais forte depois que começamos a ter um relacionamento, há cinco anos e comecei a frequentar mais os cultos", explicou.

Foto: Caroline Paternostro
Caroline contou também que a relação com Ualace fortaleceu a aumentou a sua ligação com a Igreja. "Eu sempre digo que ele fortaleceu minha ligação com Deus e me mostrou como Ele está presente em nossas decisões e nas nossas ações”, contou Caroline. O casamento foi realizado em sítio em Salvador, em dezembro de 2017.

Inicialmente, devido ao orçamento apertado, Caroline e Uallace iriam oferecer um almoço para cinquenta convidados, mas a proporção da festa foi aumentando e a união dos noivos contou com a presença de 150 pessoas. “Desde quando decidimos que iríamos casar, as coisas foram caminhando e prosperando para o bem. Ganhamos várias coisas e no final tudo saiu exatamente do jeito que eu tinha sonhado um dia, mas eu nem sabia que poderia realmente acontecer”.
Foto: Caroline Paternostro
A cerimônia batista é realizada com a presença de dois bispos, Joel Emídio da Silva e Tânia Galvão da Silva. A mulher abençoa a noiva e o homem o noivo e, na ocasião, eles falam sobre casamento e amor e deixam o casal livre para fazer os seus votos. Os fieis não cultuam imagens e creem apenas em Deus, Jesus e o Espírito Santo e têm como livro sagrado a Bíblia (Velho e Novo Testamento).
Foto: Caroline Paternostro
“Para nós, Deus é o nosso Norte e acreditamos que Ele orienta as nossas decisões e entendemos que nosso relacionamento será muito mais verdadeiro se for sob a vontade Dele”, explicou.