Arte e Decoração

Cinco dicas para escolher a melhor opção de móvel lateral para cama

A arquiteta Carina Dal Fabbro ensina como escolher o melhor item para deixar o quarto organizado e harmonioso

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Quer dar um up na decoração do seu  quarto? O uso do apoio lateral da cama é uma excelente opção para compor o cômodo. Além da estética, não deixando ‘vazio’ os espaços, o móvel é pensado para guardar itens e prover apoio ao morador. Mas como combinar? Qual o melhor estilo? A arquiteta Carina Dal Fabbro, à frente do escritório que leva seu nome, reuniu algumas dicas a partir dos projetos executados por ela.

Foto: divulgação / Thiago Drummond.

Principais tendências

Segundo Carina Dal Fabbro, apoios laterais mais baixos e de acordo com a altura da cama tem sidos os mais procurados para compor a decoração das camas italianas, conhecidas por serem mais baixas – com aproximadamente 60cm de altura. Nessas situações, a arquiteta sugere atenção, já que o móvel escolhido para acompanhar não pode parecer desproporcional na unidade do projeto. “As tendências são importantes para trazermos um toque de sofisticação e modernidade para o quarto, mas depende muito da proposta do projeto”, pondera.

Encomenda sob medida ou pronta-entrega

De forma geral, a indústria moveleira disponibiliza muitas opções de móveis prontos que atendem com exatidão que diz respeito aos estilos, materiais, cores e medidas. “Muitas vezes conseguimos equacionar a proposta do décor com uma boa apuração nas lojas”, declara Carina. A decisão pelo mobiliário por encomenda se enquadra em projetos executados inteiramente sob medida ou quando o móvel desejado possui um desenho muito específico ou tamanho fora do padrão.

Foto: divulgação / Thiago Drummond

Combinação em cada lado da cama

Ficou com dúvida se há necessidade de dois apoios laterais iguais, um cada lado da cama? Para Carina Dal Fabbro, tudo depende das dimensões do dormitório e da proposta executada no projeto. Em um décor mais clássico, a opção por apoios laterais idênticos segue um padrão para não ‘destoar’ no conjunto. Todavia, em projeto contemporâneo os móveis podem ser diferentes, propiciando mais personalidade ao ambiente.

Melhor material

A definição do material está ligada ao gosto do morador e à decoração pretendida para o dormitório. A profissional revela que as folhas de madeira são as suas preferidas, seguida pela laca fosca. “Dependendo do projeto, o clássico MDF pode ser a melhor opção”, compartilha.

Abuse da criatividade

Em projetos mais contemporâneos, vale abusar da imaginação. Cadeiras e bancos também podem fazer o papel de apoio, assim como uma pilha de livros e outros itens mais resistentes. “Para decorar o seu espaço, tudo é válido, então abusar de materiais diferentes é uma ótima alternativa”, relata Carina. Entre as tantas boas ideias, pode-se também apostar em uma prateleira de 40 cm, fixada com dois tirantes de couro, como se fossem uma mão francesa invertida, ou até mesmo customizar gavetas. “Só indico que elas sejam resistentes, de preferências corrediças e de extração total”, finaliza.