Comportamento

Cinco sites não óbvios que levam você a uma viagem no tempo

Um site para enviar e-mails para o futuro, outro para acessar layouts e arquivos antigos de outros sites e até um endereço da web para descobrir filmes, músicas e muito mais artes relacionadas à datas de nascimento

Vanessa Brunt, do Não Óbvio
- Atualizada em
Viajar no tempo pode ser algo simples quando o tema está fora do literal, mas não menos curioso. Conheça cinco sites nada óbvios que fazem ir para o futuro ou para o passado serem suportes até para a vida profissional. É possível programar e-mails para anos depois, acessar layouts e arquivos antigos de outros sites e até descobrir filmes e músicas de sucesso relacionados à datas de nascimentos. E não para por aí.

Viajar no tempo não é tão difícil quando saímos do aspecto literal da coisa. Ouvir músicas e assistir a um filme visto na infância, por exemplo, são formas simples de sair do presente. Mas ler uma mensagem antiga, visualizar uma imagem de anos atrás e descobrir algo relacionado ao próprio passado são maneiras ainda mais curiosas de lidar com a possibilidade.

Pensando em formas inusitadas de fazer viagens no tempo é que sites criativos ficam no ar, permitindo funções que podem, inclusive, ser úteis para a vida profissional.

Um site para enviar e-mails para o futuro, outro para acessar layouts e arquivos antigos de outros sites e até um endereço da web para descobrir filmes, músicas e muito mais artes relacionadas à datas de nascimento. Essas são somente algumas das opções possíveis de encontrar na lista abaixo, que ainda traz, por exemplo, um site para jogar online games que não estão mais no ar.
Foto: reprodução
Preparou as malas? Viaje:

1. Uma mensagem para o futuro | Invertexto

Quem nunca pegou um diário antigo, leu algum depoimento do Orkut ou uma conversa antiga do MSN e acabou fazendo toda uma reflexão sobre o quanto mudou? São inúmeras as questões de vida que podem ser analisadas quando voltamos a aspectos do passado de maneiras tão bem descritas.

Imagine, então, escrever algo para a sua versão do futuro, aquela tão diferente – e tão igual –, que pode estar por vir. O objetivo da área Cápsula do Tempo do site Invertexto é justamente este. O usuário que acessar escreve uma mensagem, registra um e-mail próprio que acha que vai continuar usando por anos afio e a mensagem chegará no destino na data selecionada. É possível escolher qualquer momento para o envio, desde um dia após a data do que foi escrito até o limite de 10 anos depois.

O bacana é que, além do texto, é possível também colocar imagens em anexo no e-mail, deixando tudo ainda mais visível. O que terá mudado? Vale a pena escrever um recado de força, de coragem, desabafando sobre a fase atual e falando do que espera para o futuro. É bom fazer uma lista com pontos positivos que já vieram de negativos e uma lista de metas, para ver as que terá cumprido, por exemplo.

Outro ponto interessante é lembrar que a ferramenta pode ser utilizada também profissionalmente para programar e-mails que deseja que sejam enviados no dia seguinte, por exemplo.

É possível utilizar também o site FutureMe. O site permite que o usuário determine qualquer data até 50 anos após o envio.
Outra opção é o site Cápsula do Tempo, que deixa obrigatoriamente os envios programados para 10 anos depois. A diferença desses outros dois, porém, é que nenhum permite que imagens sejam colocadas junto com o texto.

2. Veja o layout antigo e todos os arquivos de um site | Internet Archive Web

Conhecido como o baú da internet, o site Internet Archive tem como principal objetivo o de garantir acesso permanente para pesquisadores e estudantes ao conteúdo histórico que existe na internet. O site, inclusive, traz ferramentas de acessibilidade no seu acervo, como leitura adaptada e acesso a informação para deficientes visuais.

Nele, uma das principais funções é a de poder colocar o link de qualquer site que ainda esteja no ar (e cujo o endereço da web continua o mesmo) para visualizar como eram os layouts antigos. E não para por aí. Além de permitir matar a curiosidade visualmente, ao colocar o link de um site, é possível também ter acesso à toda lista de arquivos que ele contém.

As funções aparecem na parte descrita como Web do site.

Para ver arquivos antigos dos sites com facilidade, basta colocar o endereço da web e clicar no botão Site Map. Após, basta selecionar o ano desejado e, abaixo, será visualizado um gráfico. Passando o mouse por cima dele, é possível conferir os links com títulos de postagens, por exemplo. Para visualizar as produções, basta, portanto, clicar no link desejado.

Já para conferir os layouts antigos, basta colocar o link, dar enter, escolher o ano para o qual “deseja voltar” e clicar em uma data dos calendários que ficam aparentes logo após.

3. Jogos, vídeos, textos e áudios do passado | Internet Archive

No baú online do Internet Archive, mesmo site indicado acima, existe uma gama de outras funções para muito além de versões antigas de sites. O portal ainda reúne livros, filmes, músicas e programas.

Através dele é possível jogar games famosos nos anos 80 e 90, como Prince of Persia e SimCity, relembrar minigames, além de encontrar textos, vídeos e áudios do passado.

A única problemática é que o site é totalmente disponibilizado em inglês, o que pode demandar a necessidade de uma ajuda do Google Tradutor na hora de fazer buscas mais direcionadas. Ainda assim, por ser intuitivo, é possível navegar no site e encontrar curiosidades sem precisar de traduções, ainda que não seja fluente na língua.

Para acessar a lista de games disponíveis, basta clicar aqui. Todos os títulos disponibilizados podem ser jogados online, no próprio site. Vale ressaltar, porém, que não é possível baixar os jogos e que nem todos os títulos salvam seu progresso.

Já para acessar vídeos, áudios e textos, basta clicar no desenho/ícone de referência que aparece logo na home do site, acima da barra de pesquisa.
Foto: reprodução / Não Óbvio
4. Música, clipe e filme de sucesso na sua data de nascimento | Playback.FM

O site Playback.FM permite uma viagem cultural que volta para sucessos relacionados ao mês e ano do nascimento do usuário. É possível, por exemplo, visualizar uma música de sucesso mundial que estava nos topos das paradas na época.

Ainda é possível, pela busca, visualizar um ranking de pessoas famosas que nasceram na data (como cantores, atores e até reis), além de ainda receber dicas de filmes nacionais ao buscar pelo filme brasileiro de sucesso da época. Existe também a opção de filme internacional.

Para quem quiser entrar no túnel do tempo, também pode curtir a rádio daquele ano. O Playback.fm também oferece um player com vídeos que mais fizeram sucesso naquele ano, em um ranking com as 100 músicas mais bem posicionadas.

O site também traz outras listas prontas e atualiza constantemente a plataforma com novas opções curiosas para que descubra outros aspectos relacionados à sua data de nascimento. Para ver a lista completa de opções relacionadas ao tema, basta clicar aqui.

Para utilizar o site, basta colocar o mês, o dia e o ano da sua data de nascimento, respectivamente. Após, trailers ou clipes relacionados à música ou ao filme, por exemplo, irão aparecer disponíveis para receber o play.

5. Playlist feita especialmente para você voltar no tempo | Spotify


O Spotify também tem sua própria máquina do tempo. Para os adolescentes, é possível voltar à infância; para os adultos, para a adolescência ou outras fases. A ferramenta cria uma playlist com músicas que foram sucessos anos atrás, sendo ela personalizada para cada usuário, utilizando a idade e os gostos musicais do perfil.

No mínimo, são 30 canções nostálgicas em cada lista e todas podem ser ouvida pela versão web (link acima) do aplicativo ou em Androids e iPhones (iOS).

Para ter acesso à playlist, bata clicar em Get Playlist no link indicado. Para que ela seja feita, é necessário que usuário seja ativo e tenha escutado músicas recentemente no streaming. Caso o usuário seja recente ou inativo, o Spotify o direciona para playlists especiais e relacionadas à década do seu nascimento.

*Conteúdo em parceria com o site Não Óbvio