Especiais

COL diz que houve erro no veto a protestos contra CBF dentro de estádio

Torcedores reclamaram que não puderam entrar com cartazes neste sábado no Mané Garrincha


Redação Goal

O COL (Comitê Organizador Local) informou que não houve veto a protestos contra a CBF no Estádio Mané Garrincha, na disputa pelo terceiro lugar, mas reconheceu que houve falhas que podem ter gerado censuras. Torcedores revelaram que não puderam entrar com cartazes contra a confederação após a goleada de 7 a 1 para a Alemanha.

Confira tudo sobre a Copa do Mundo de 2014
"Não houve essa determinação. A regra para banner foi reforçada. Recebemos relatórios, muitas entradas, houve alguma acessos (com problemas). Pode ter algum erro. Não houve determinação", afirmou o porta-voz do comitê Saint Clair.  "Há uma regra geral. Não vimos todo o conteúdo. É difícil de ver o que exatamente. Não há requerimento."
Pelas regras para estádios da Copa do Mundo, são proibidas mensagens políticas. Mas críticas a dirigentes não estão incluídas nesta regras desde que não tenham linguagem abusiva, na descrição do COL.