Literatura

Coleção sobre futebol é lançada nesta sexta-feira pela Edufba

"Gingas e Nós. O jogo do lazer na Bahia" (R$ 20), de Jeferson Bacelar, foi publicado pela primeira vez em 1991 pela Fundação Casa de Jorge Amado

Redação Correio 24 Horas

Três livros sobre a história do futebol na Bahia são lançados nesta sexta-feira (12) pela Edufba em evento no CEAO, no Largo 2 de Julho, a partir das 18h. A coleção "É Futebol" traz três títulos inicialmente. 


"Gingas e Nós. O jogo do lazer na Bahia" (R$ 20), de Jeferson Bacelar, foi publicado pela primeira vez em 1991 pela Fundação Casa de Jorge Amado e traz uma história sobre o "baba" na Boca do Rio. "Terminou sendo um misto de antropologia urbana e do futebol. O bairro, a cidade, discriminação de classe e raça, luta e conquista, violência, festa, sofrimento e alegria. O baba é aberto a muitas leituras, onde a cultura pode aparecer como reprodução social e resistência", diz o autor.

O segundo livro é "Pugnas Renhidas: futebol, cultura e sociedade em Salvador (1901-1924)" (R$ 25), de Henrique Sena. O livro traz histórias sobre os primórdios do futebol na Bahia, com a criação das primeiras ligas, com jogos disputados no Campo da Pólvora e no Rio Vermelho. Em 1921, narra o livro, as elites tentaram "civilizar" o futebol e criaram o estádio da Graça, mas a influência negra não diminuiu.


Por fim, será lançado também "Futebol feminino na Bahia nos anos 80 e 90: fazendo gênero e jogando bola" (R$ 30), de Enny Moraes. A obra mostra o descaso e preconceito com que o futebol feminino foi tratado e aborda também a formação das jogadoras baianas, narrando histórias de vida que mostram como o futebol da Bahia se entrecruzou desde os primórdios com o da Seleção Brasileira.

Correio24horas