Comportamento

Com o tempo, homens se importam menos com a idade das parceiras, diz estudo

Para a psicóloga Denise Miranda de Figueiredo, a escolha do parceiro vai muito além da idade

Agência O Globo

Um estudo finlandês veio para acabar com a ideia de que eles trocariam uma de 40 por duas de 20. A pesquisa da Universidade de Abo Akademi, feita com adultos com idade entre 18 e 50 anos, mostra que os homens até se interessam pelas mais jovens, porém se relacionam com mulheres da mesma idade. A pesquisa conclui que, à medida que os homens envelhecem, ficam menos exigentes com relação à idade de suas parceiras.

Para a psicóloga Denise Miranda de Figueiredo, a escolha do parceiro vai muito além da idade. "Há inúmeros fatores que determinam o relacionamento, como projeto de vida, religiosidade, experiências, afinidade. Isso muda ao longo da vida e das circunstâncias", comenta a cofundadora do Instituto do Casal.

Ela ressalta que a ousadia e energia características da juventude não está apenas nas mais novas. A psicóloga diz ainda que um relacionamento entre pessoas na mesma faixa etária pode ser mais fácil, mas, não há regras para o amor. "Ter vivido as mesmas coisas aproxima e vincula. Idades díspares pode ser um desafio, mas não chega a ser um impedimento", diz.

Os pesquisados tinham, em média, 37 anos e considerariam ter relações sexuais com uma mulher de cerca de 21. Sobre isso, o psicanalista João Nolasco diz que é preciso diferenciar desejo e relação. "O ato sexual é uma coisa, a realidade, outra. Depende do que busca cada um. A mulher mais velha pode passar ideia de segurança, estabilidade emocional , por exemplo", afirma o diretor do Instituto Brasileiro de Psicanálise clínica, Ciências humanas e sociais.