Negócios

Confira 5 dicas para empreender no ramo de marmita fitness

Dicas abordam organização de tempo e planejamento financeiro

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)


Com a pandemia da covid-19, muitas pessoas precisaram se reinventar nos negócios. Para os que querem empreender no ramo alimentício, as marmitas fitness são uma ótima opção, afinal o cenário atual pede uma alimentação mais saudável ao mesmo tempo que as famílias tem pouca disponibilidade para cozinhar. 

O contexto propício já tem mostrado resultados. Segundo o presidente-executivo da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia), no ano passado as vendas do setor avançaram 3,3% em relação a 2019.  

A empreendedora alimentícia Fabiana Chagas, que juntou forças mesclando a Marmita Carioca com a Master Fit, separou algumas dicas que podem te ajudar a acelerar o seu processo. Confira: 

  • Sempre dá para se destacar no que já existe. 

Segundo ela, as comidas não precisam ser invenções e nem super elaboradas. “Estou sempre observando, olhando o que o consumidor está pedindo, tentando inovar, tentando ser um diferencial nas opções que já existem. Um arroz com feijão fenomenal sempre vai ganhar do mais ou menos”, comenta. 

  • Organize seu tempo 

No empreendedorismo, você não precisa bater pontos, prestar contas, cumprir prazos de um chefe. Essa maior liberdade de tempo pode confundir a cabeça no início e causar problemas de desorganização, por isso é importante estabelecer uma rotina produtiva e funcional. 

  • Confie no seu potencial 

No início, é um pouco difícil não se comparar com outras empresas, porém para o seu negócio dar certo, você precisa ser a primeira pessoa a acreditar nele. Use outros exemplos de negócios como inspiração. 

Tem muitas opções lá fora, então se esforce para ser o melhor que você puder dentro das suas possibilidades, e confie que o resultado vai vir." 

  • Planejamento financeiro 

“É sempre interessante não estourar o seu orçamento de primeira nas compras dos alimentos, pois se ocorrer alguma casualidade, você ter uma reserva”, pontua Fabiana.  

Além disso, ela destaca que pesquisar, buscar bons fornecedores e montar sua operação em um local com baixo custo ajudam no processo.  

  • Não pense no medo e na dificuldade 

O início vai ser difícil e você provavelmente vai passar por perrengues, mas é preciso ter persistência e força para continuar. “A palavra dificuldade é a que precede a desistência ou então a não-tentativa. ‘Ah mas isso é muito difícil de dar certo’, a pessoa nem tentou e já coloca essa palavra na frente. Exclua a palavra medo, exclua a palavra dificuldade, o receio não nos deixa avançar”, finaliza.