Especial 2018

Confira dicas para não errar na hora de fazer intercâmbio

Estudar fora do país ajuda a impulsionar o crescimento profissional e a aperfeiçoar a fala em outros idiomas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

No dia do estudante, 11 de agosto, nada melhor do que falar de intercâmbio. A possibilidade de estudar fora do país ajuda a impulsionar o crescimento profissional  e a aperfeiçoar a fala em outros idiomas.  Mas, antes de embarcar nessa "aventura" é preciso planejar todos os detalhes da viagem e estadia em outro país.

Para ajudar no planejamento, Fabiana Fernandes, gerente de produtos da empresa CI - Intercâmbio e Viagem, indicou que é preciso fazer alguns questionamentos. Confira:

Foto: Reprodução

1 - Qual é o seu objetivo ao fazer um intercâmbio?

Antes de escolher o país de destino você precisa ter bem definido seu objetivo. Se é fluência em um segundo idioma, recolocação melhor no mercado de trabalho, fazer novos amigos e conhecer outros lugares, ou mesmo fazer algum tipo de trabalho voluntário.


2 - Quanto tempo você tem para ficar no exterior?

Defina o período que pode ficar fora do Brasil, para escolher a opção de intercâmbio mais adequada (curta, média ou longa duração).  Para enriquecer a experiência você pode tentar conciliar estudo e lazer, separando momentos da sua estadia para conhecer o país.

3 - Qual o  melhor destino?
O idioma não deve ser o único ponto a ser avaliado na hora de decidir o destino. A cultura, a gastronomia, o clima e os tipos de lazer devem ser bem pesquisados antes da escolha.


4 - Qual será o investimento?

Para evitar surpresas, é preciso se programar financeiramente e cuidar de toda documentação necessária com antecedência. Vale lembrar que os gastos podem variar de acordo com o tipo de programa escolhido, do país e do período de permanência. Se preparar com antecedência  pode ainda ajudar a garantir promoções de cursos e passagens aéreas com valores atrativos.


5 - Você está pronto para a experiência?

Em outro país você vai se deparar com muitas diferenças culturais. Por isso, é importante pesquisar sobre o país que vai fazer o intercâmbio e se preparar para conviver com as pessoas e situações do local.