Economia

Coronavírus: conheça cinco dicas para não sair no prejuízo financeiro durante a quarentena

Planeje compras de acordo com as necessidades mais urgentes

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Devido a pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas estão preocupadas com prejuízo financeiro durante o isolamento social. De acordo com o economista Mauro Rodrigues, a quarentena é a resposta necessária para evitar o desastre em termos de saúde pública, mas se ela não ocorresse, teríamos repercussões ainda mais negativas sobre a economia. 

O especialista também ressalta a importância das pessoas tentarem poupar, mesmo que o emprego e a renda estejam estáveis. “É importante tentar economizar, pois a pessoa pode ter uma perda de renda no futuro próximo. Sei que é difícil, mas na medida do possível é importante para se preparar, já que a possibilidade de um choque negativo é alta”, diz Rodrigues. 

Para que os prejuízos sejam menores e seja possível equilibrar a vida financeira, existem algumas dicas fundamentais que podem ser adotadas. Confira:

Nada de pânico

Evite o "pânico" ao fazer compras. Não saia comprando de tudo, sem planejamento, apenas porque as outras pessoas estão fazendo isso. É crucial planejar antes de sair de casa, pois do contrário você corre o risco de comprar itens que não precisa.

Evite gastos desnecessários

Independentemente de ter sofrido uma perda significativa da sua renda, é importante poupar e evitar gastos supérfluos. São recursos que podem fazer a diferença depois.

Organização

Fazer uma lista de compras antes de ir ao supermercado e saber os itens que realmente precisa consumir reduz as chances de você adquirir um produto que não fará diferença nesse momento ou que é desnecessário no seu dia a dia.

Prioridades

Planeje compras de acordo com as necessidades mais urgentes. E não se esqueça de atentar-se ao espaço disponível na sua casa, principalmente na sua geladeira. Sem esse cuidado, existe a possibilidade de você perder produtos e, consequentemente, dinheiro.

Cuidados extras

Como as compras precisam ser pouco frequentes, é importante pensar a longo prazo e organizar o que será de fato consumido. Além disso, fique atento aos produtos perecíveis e fuja de desperdícios.