Tecnologia

Criador do Secret, aplicativo usado para contar segredos, anuncia que encerrará a ferramenta

Anúncio foi feito por David Byttow através do Twitter

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em
Depois de colecionar reclamações em todo o Brasil por conta das acusações de cyberbullying, o Secret, aplicativo que ficou conhecido por compartilhar segredos anonimamente há pouco mais de um ano, será encerrado após 14 meses de atividade. O anúncio foi feito pelo CEO e co-fundador da ferramenta, David Byttow, via Twitter.
App permitia que segredos fossem compartilhados anonimamente

No Brasil, o Secret chegou a ser proibido por muitas vezes reproduzir conteúdo de baixo calão ou pornográfico e seu término já era esperado, mas a confirmação só veio nesta quarta-feira (29). "Com o coração pesado, eu decidi encerrar o Secret, fechar a companhia e devolver o dinheiro restante", escreveu Byttow.

O aplicativo já foi removido da App Store e o CEO está tomando as providências para que ele seja excluído permanentemente da rede. Foram aproximadamente R$ 35 milhões em financiamento para a aplicação para Android e iOS.