Sustentabilidade

Crianças participam de evento sustentável no Parque da Cidade

Uma equipe do projeto Fábrica de Florestas, que integra o Instituto Corredor Ecológico Costa dos Coqueiros (Incecc), alertou os presentes sobre a importância da preservação e do replantio de árvores

Gabriel Camões (gabriel.camoes@redebahia.com.br)
- Atualizada em


O garoto Rafael Nascimento, 12, desafiou seus conhecimentos e sua memória e aprendeu ontem como se faz um chaveiro com material reciclado no Parque da Cidade, em Salvador. Ele esteve entre as muitas crianças que participaram ontem do evento Mundo Sustentável,  realizado pelo CORREIO. “Aprendi que é muito bom fazer reciclagem e que separar o lixo para aproveitar o que der, pode ajudar muito a natureza”, contou Rafael, mostrando que voltou para casa com mais do que um brinde.


A analista sênior de comunicação Flávia Veiga, 33 anos, que atua nos projetos da área de responsabilidade social da Braskem na Bahia, empresa que patrocinou o evento, comentou a importância da realização de um evento desta natureza. “A ideia é mostrar, principalmente para as crianças, a importância de questões como consumo consciente, reciclagem e desenvolvimento sustentável”, afirmou.


Entre os profissionais que receberam a comunidade, uma equipe do projeto Fábrica de Florestas, que integra o Instituto Corredor Ecológico Costa dos Coqueiros (Incecc), alertou os presentes sobre a importância da preservação e do replantio de árvores.


O diretor executivo da instituição, Álvaro Oyama, comenta que “este projeto foi criado para sensibilizar o setor produtivo, os órgãos públicos e as comunidades a atuarem de forma integrada neste processo de replantio e preservação das matas e florestas”.


Todo ano, mais de 100 mil mudas são plantadas no Litoral Norte, em um projeto coordenado pelo Incecc. A organização ocupa uma área protegida de 66 hectares de mata atlântica e recebe anualmente cerca de 15 mil crianças para atividades de sensibilização em relação a questões ambientais.


No evento de ontem, as crianças e adultos que enfrentaram o jogo da memória sobre meio ambiente foram presenteadas com mudas de pitangueira e aroeira, além de receberem de uma engenheira ambiental as orientações necessárias para o plantio das árvores.


Pais e filhos que compareceram ao evento participaram de atividades gratuitas com o foco em assuntos como consumo consciente, coleta seletiva e outros temas relacionados à preservação da natureza.


A contadora Rachel Ornelas soube do evento através da internet e levou seu filho para entrar em contato com estes temas. “Acho interessante este tipo de iniciativa, principalmente para conscientizar as futuras gerações sobre a importância de proteger o meio ambiente”, declarou.