Empreendedorismo

De olho no empreendedor baiano, SafraPay quer ampliar atuação

A maquininha do Banco Safra é oferecida de forma gratuita e pensada para diferentes tipos de empreendedores

Publieditorial
- Atualizada em

Quando o assunto é empreendedorismo, a Bahia é um dos destaques no cenário nacional. No estado, são mais de 600 mil pequenas e médias empresas e quase 450 mil microempreendedores individuais, de acordo com dados do Sebrae BA, espalhados em atividades como comércio varejista de roupas e acessórios, cabeleireiros, minimercados e alimentação fora de casa. Esses números fazem com que a Bahia seja uma das praças mais importantes para a Safrapay, a “maquininha” do Banco Safra.

Foto: Divulgação
É muito comum que clientes não possuam dinheiro vivo no ato da compra e, sem uma máquina de cartão de crédito ou débito, o empreendedor acaba perdendo a venda. O objetivo da SafraPay é justamente oferecer essa solução aos baianos e auxiliar no crescimento do negócio.

Para isso, a credenciadora se mantém como a única a oferecer a máquina grátis – para clientes com faturamento mensal no cartão acima de R$ 1,5 mil – além de zerar a cobrança nas transações com cartão de crédito à vista e parcelado para vendas totais de até R$ 50 mil por mês para micro, pequenos e médios empresários. Nas transações em débito, a taxa cobrada é de 1,85%, sendo a mais competitiva do mercado.

A máquina ideal
As facilidades oferecidas pela SafraPay fazem com que a maquininha seja cada vez mais vista nos estabelecimentos e comércios de Salvador e região. De acordo com a credenciadora, a capital baiana figura na lista das 10 cidades que mais têm máquinas SafraPay em operação no país.

Para adquirir a maquininha gratuitamente, o empreendedor deve preencher o cadastro no safrapay.com.br, escolher o modelo da máquina e indicar o endereço para recebimento.

Tão importante quanto adquirir a máquina, é escolher o equipamento certo para seu perfil de empreendimento. Para microempreendedores, vendedores autônomos e prestadores de serviço que vendam mais de R$ 1,5 mil por mês, a SafraPay oferece a máquina Sem Bobina Bluetooth, que deve ser pareada com celulares Android versão 5.0 ou superior e iOS 10 ou superior.

Quem fatura acima de R$ 3 mil por mês, como lanchonetes e pequenos comerciantes, pode adquirir a máquina Sem Bobina GPRS, com chip de dados incluso. Para os empresários que fazem transações de mais de R$ 5 mil mensalmente e precisam de mobilidade, a máquina indicada é a Sem Bobina 3G, também com chip de dados inclusos, além de pagamento por aproximação.

Por fim, donos de restaurantes e salões de beleza, por exemplo, que faturam mais de R$ 7 mil por mês, podem adquirir a máquina Com Bobina 3G, o modelo mais completo do portfólio da SafraPay para pequenos empreendedores.

Na ponta do lápis
Em busca de novas fontes de renda, muitos brasileiros optam pelo negócio próprio como alternativa. No entanto, a gestão financeira é o principal desafio que os empreendedores encontram, de acordo com especialistas.

Por isso, os custos precisam ser analisados e as alternativas para diminuí-los também. A escolha da máquina pode parecer algo simples, mas as taxas cobradas pelas transações e falta de benefícios, como conta digital e cartão de débito, por exemplo, acabam influenciando no faturamento no final do mês.

Conheça melhor e peça a sua SafraPay acessando: safrapay.com.br