Arte e Decoração

Decoração: veja dicas de como montar sistema de som em casa

Arquiteta explica pontos imprescindíveis para a sonorização perfeita

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Investir em um sistema de som organizado e potente para a casa é o desejo de muitas pessoas.  Com as novas tecnologias, filmes e programas de TV oferecem uma experiência muito mais completa, com efeitos de som que se assemelham aos de cinema e que podem ser reproduzidos no ambiente do lar.  

Por isso, a sonorização de ambientes residenciais revoluciona o prazer de ouvir música e assistir filmes. Com um bom projeto, é possível integrar todos os ambientes sociais, permitindo controlar o sistema de som à distância com o smartphone ou tablets. Para explicar como funciona a tendência e como ela está diretamente ligada ao décor dos ambientes, a arquiteta Cristiane Schiavoni explica mais sobre o assunto.Confira as dicas:

- Local de instalação
O primeiro passo para o projeto é estabelecer onde será instalado. Informações como a metragem quadrada e o pé-direito (já que a dispersão sonora muda em função da altura dos ambientes), devem ser levadas em questão.

- Equipamentos
A próxima etapa se consiste na escolha dos equipamentos e esse quesito está inteiramente ligado ao gosto e como o morador pretende vivenciar esses momentos. “Em quase 100% dos casos o cliente sabe perfeitamente a marca e a potência do sistema que deseja para a sua sala de home theater. Posso dizer que foi resultado da atenção pessoal que ele que dedicou nas buscas sobre os melhores equipamentos”, diz Cristiane.

Para a montagem do home theater, Cristiane explica que os projetos podem contemplar desde os equipamentos mais simplificados, até os mais robustos. De prática instalação, o soundbar é um aparelho de som que ajuda a potencializar a qualidade de áudio das TVs de tela plana e apresenta versões compostas por dois alto-falantes ou modelos mais evoluídos, com subwoofers e outros alto-falantes para exibir o som surround.

“Nesses casos, costumo dizer que se trata de moradores que buscam o prazer de curtir suas músicas e filmes preferidos, mas sem a exigência de investimentos mais altos por conta da robustez do projeto de som”, explica a arquiteta.

- Instalação
Ao realizar o projeto de arquitetura de interiores em paralelo ao sistema de som, é possível realizar métodos para ‘esconder’ os conduítes, definir o melhor layout do ambiente e no rebaixo do gesso, além de aplicar os revestimentos sem nenhuma surpresa.

“Sempre recebo pedido dos meus clientes quanto à caixa de som no teto, que precisa estar encaixada ‘rente’ ao forro. Mas para atingir esse resultado precisamos ter a caixa em mãos previamente”, detalha Cristiane.

De acordo com a profissional, para que o som se propague da melhor forma, não basta apenas investir em equipamentos. É preciso dedicar atenção na escolha de cabos e fios de qualidade, já que essas escolhas interferem diretamente na excelência ou problemas com o som.