Dia dos Namorados

Dia dos Namorados é o melhor dos últimos quatro anos para comércio

Preço médio do presente, de acordo com a projeção, deve ser maior que o ano passado, cerca de R$200

Agência O Globo


As vendas para o Dia dos Namorados, data comemorada no próximo dia 12 de junho, devem ter um crescimento de 2,5% na comparação com a mesma data do ano anterior, segundo projeção da área de Indicadores Econômicos da Boa Vista SCPC.

Segundo o economista Flávio Calife, responsável pelo levantamento, o dia dos namorados representa uma movimentação menor que outras datas festivas, como Dia das Mães, quando houve crescimento de 4% nas vendas, e Páscoa, com registro de aumento de 3,2%. Isso se deve à greve dos caminhoneiros e também à queda na confiança do consumidor. Apesar disso, o cenário é positivo, se comparado com anos anteriores.

Foto: Reprodução
- As vendas do Dia dos Namorados em 2015 e 2016 apresentaram queda. Em 2017, tivemos uma retomada e este ano um crescimento ainda melhor - analisou Calife.

O preço médio do presente, de acordo com a projeção, deve ser maior que o ano passado, cerca de R$200. As preferências de consumo são as roupas, seguidas de cosméticos e calçados. Logo depois, jantares e viagens aparecem como opções de gastos na data.