Mundo

Disney retira fantasia de loja após acusações racismo

Roupa sobre personagem do filme Moana cobre o corpo com ‘pele’ marrom tatuada

Agência O Globo

Após receber muitas críticas, a Disney resolveu retirar de sua loja na internet uma fantasia infantil sobre o filme “Moana: um mar de aventuras”, que será lançado no fim deste ano. A roupa, que cobre todo o corpo imitando pele marrom com tatuagens tradicionais, saia de grama e um colar de osso, representa o personagem Maui, considerado um semideus e ancestral de muitos polinésios.

Para críticos, trata-se de racismo, um “brownface” de corpo inteiro. Além disso, a fantasia usa tatuagens consideradas sagradas pelos polinésios, o que foi considerado por muitos como algo ofensivo.
“O time por trás de ‘Moana’ tomou muito cuidado para respeitar as culturas das Ilhas do Pacífico que inspiraram o filme, e nós lamentamos que a fantasia de Maui tenha ofendido alguns”, disse a companhia, em comunicado. “Nós pedimos desculpas sinceras e retiramos a fantasia de nosso site e lojas”.
Reprodução


As críticas foram muitas. Em redes sociais, pessoas ofendidas diziam que “nossas peles não são fantasia”, ressaltando que roupas de personagens brancos nunca são vendidos com tecido de cor branca para imitar a pele.

Além disso, as tatuagens possuem valor simbólico para a população das Ilhas do Pacífico. As marcas são pessoais, como impressões digitais, que carregam os valores e a identidade do indivíduo. É considerado tabu e extremamente desrespeitoso usar tatuagens que pertencem a pessoas e locais aos quais não há conexão física ou espiritual.

O filme está previsto para ser lançado nos EUA em novembro, e conta a história de Moana, uma garotinha que se junta com o semideus Maui em uma viagem pelos mares para salvar o seu povo. A personagem tem sido bastante elogiada, por mostrar uma garota independente e com feições mais realística que outros filmes da Disney. Por outro lado, muitos criticaram a forma como Maui foi representado, dizendo que ele é retratado como obeso, uma caricatura dos polinésios.