Mundo

Eleita 'Professora do Ano', americana é condenada por sexo com menor

Caso começou a ser investigado em 2015; Tara Yvonne foi condenada a seis meses de prisão

Agência O Globo
- Atualizada em

Uma americana de 36 anos, que já foi eleita "Professora do Ano" no condado de San Luis Obispo (Califórnia, EUA), foi condenada, esta semana, a seis meses de prisão por ter mantido um relacionamento sexual com um aluno de 16 anos. A sentença começará a ser cumprida em 1º de maio, informou o jornal "The Tribune".

Tara Yvonne Stumph fez um acordo com a Justiça e deverá cumprir apenas metade da sentença. Além disso, a professora de culinária ficará sob regime condicional por quatro anos e não terá que ser incluída em lista de agressores sexuais. Durante esse período, Tara não poderá ter contato com menores de idade do sexo masculino, à exceção de familiares. Caso viole este termo da condicional, a professora pode passar mais três anos na cadeia.

O caso começou a ser investigado em dezembro de 2015. De acordo com investigadores, a professora seduziu o aluno enviando nudes a ele por celular. Tara e o menor fizeram sexo várias vezes antes de depois das aulas.

Lotada na Arroyo Grande High School, Tara foi eleita "Professora do Ano" em 2013.