Tecnologia

Em jogo, Bolsonaro aparece 'matando' negros, mulheres e militantes

Com o nome de 'Bolsomito 2k18', o jogo descreve os alvos como "inimigos"

Redação iBahia (redacao@poeralibahia.com.br)
- Atualizada em

Ao que parece querer surfar a onda da polarização política das eleições em andamento, uma desenvolvedora criou um 'jogo' polêmico. O jogador vira o  candidato do PLS à Presidência da República, Jair Bolsonaro, e ganha pontos ao matar militantes gays, feministas e integrantes de movimentos Sem-Terra. Com o nome  de 'Bolsomito 2k18', o jogo descreve os alvos como "inimigos". 

Foto: Reprodução

"Esteja preparado para enfrentar os mais diferentes tipos de inimigos que pretendem instaurar uma ditadura ideológica criminosa no país", diz a descrição do jogo que está disponível na plataforma Steam.

Os trailers mostram o personagem inspirado no candidato agredindo a socos seus rivais, que vão de petistas a políticos com viés de esquerda. Além de ganhar pontos, os alvos do "Bolsomito", como é identificado o personagem do jogo, viram um emoji de fezes.

O game possui 88% de avaliações positivas em seu perfil na Steam, com mensagens de apoio político ao candidato, e opiniões sobre o enredo e jogabilidade, de acordo com O Correio Braziliense.