Salvador

Em nova reunião, sai decisão e Governo do estado assume metrô de Salvador

Principal motivo do impasse, tarifa para o ônibus que fará a integração com o metrô ficou acertado no valor de R$ 1,10. Estação Pirajá fica como Governo e Lapa com a Prefeitura

Editoria Notícia & Empregos
- Atualizada em

Saiu a decisão. Depois de várias reuniões e indefinições, enfim o Governo do Estado e a Prefeitura de Salvador bateram o martelo e decidiram que a administração da Linha 1 do metrô já construída (Estação da Lapa-Estação Acesso Norte/Rótula do Abacaxi) vai ficar sob responsabilidade do governo do Estado. A transferência foi acertada durante uma reunião nesta sexta-feira (5), que começou às 8h. Principal motivo do impasse, a tarifa para o ônibus que fará a integração com o metrô, teve uma solução, com ambos os lados cedendo, ficando no valor de R$ 1,10. A proposta do Governo do Estado era que o valor ficasse em R$ 0,95, enquanto a Prefeitura defendia R$ 1,40. Durante o encontro, também ficou estabelecido que a administração da Estação Pirajá, uma das pontas do metrô, ficará sob a responsabilidade do governo estadual, enquanto a Estação da Lapa será administrada pela prefeitura. O Governo do Estado assume também o sistema ferroviário de Salvador.A informação do acerto também foi divulgada e comemorada pelo perfil do governador Jaques Wagner no Twitter. "O bem-sucedido modelo de PPP adotado na construção da Arena, será implementado para o metrô, para garantir eficiência e rapidez à obra. Assumimos o compromisso de botar para funcionar o sistema e livrar Salvador do seu principal gargalo de trânsito", escreveu.

“Chegamos a um denominador comum sobre as questões que estavam pendentes, como a tarifa de integração, os terminais da Lapa e Pirajá e outros assuntos menores. Toda a cobrança, administração e caixa, no que diz respeito aos ônibus, fica sob a administração da prefeitura, o metrô é do governo estadual e o que for a tarifa de integração será auditada a quatro mãos”, afirmou Wagner.“Fizemos o que foi melhor para Salvador e para o cidadão. Temos de celebrar a habilidade política do governo e da prefeitura. Cada parte cedeu um pouco para resolver o problema. Estou muito feliz porque em menos de 100 dias no cargo consegui fechar um acordo importante para a cidade", disse o prefeito ACM Neto. Com a definição, o Governo deve anunciar em breve a licitação da Linha 2 do metrô (Paralela) e a conclusão da Linha 1, no trecho entre a Rótula do Abacaxi e Pirajá. A transferência oficial será assinada por Wagner e ACM Neto na próxima segunda-feira (8). A Câmara de Vereadores e a Assembleia Legislativa da Bahia ainda vão apreciar as medidas.