Tecnologia

Entenda por que o seu smartphone entrou no horário de verão na data errada

Aparelhos com arquivo desatualizado seguiram regra antiga que definia o terceiro domingo de outubro

Agência O Globo


A atualização automática dos relógios nos smartphones é uma ferramenta útil para os viajantes que circulam por vários fusos horários. Basta desembarcar no destino, ligar o celular e pronto: o horário local está ajustado, quase como mágica. Mas um erro nessa “magia” pode ter consequências graves, como na virada da madrugada de sábado para domingo. Um erro (ou um conjunto deles) fez com que os relógios de smartphones e computadores entrassem no horário de verão na data errada, adiantando-os de forma equivocada em uma hora.

Foto: reprodução / Pixabay

 Para entender o que aconteceu, é preciso conhecer o mecanismo de atualização automática. Na opção de ativar ou desativar a ferramenta nos smartphones, está informado que os dados são fornecidos pela rede. As redes são mantidas pelas operadoras, mas elas negam qualquer responsabilidade sobre a falha. O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil) informou que “alguns smartphones tiveram os seus relógios adiantados, automaticamente, em uma hora na madrugada do dia 21. Esse ajuste não foi realizado pelas operadoras”.

Existem dois protocolos que ajustam o horário nos aparelhos eletrônicos. O NITZ (Identidade de Rede e Fuso Horário, na sigla em inglês) é um deles, enviado pelas operadoras, que já pode ajustar o horário com o fuso horário. Foi um erro neste sistema que provocou o incidente com smartphones da operadora TIM, na virada de domingo, dia 14 de outubro, para segunda-feira, dia 15.