Economia

Especialista ensina como usar o saque do FGTS ao seu favor

Rebeca Toyama, especialista em desenvolvimento humano, garante que é preciso ter cautela com a maneira com que o valor será utilizado

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Os saques do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) começarão a partir desta sexta-feira (13), e irão até 31 de março de 2020. Trabalhadores com contas ativas ou inativas terão a oportunidade de sacar até R$ 500 de cada conta ligada ao seu Número de Identificação Social (NIS/PIS). Mas, antes de realizar este saque, a especialista em desenvolvimento humano Rebeca Toyama garante que é preciso ter cautela com a maneira com que o valor será utilizado.

Foto: divulgação / Caixa
Segundo dados do Serasa Experian, são mais de 63 milhões de brasileiros inadimplentes atualmente, 36,1%, o equivalente a 23 milhões de pessoas possuem dívidas em atraso de até R$ 500. Para o Governo Federal, boa parte do destino do valor sacado pelo trabalhador será destinado a quitação de dívidas.

“Com um bom planejamento muita gente poderá sair do endividamento, dependendo do valor do débito, e até mesmo aplicar uma parte em algum momento de lazer ou um mimo para si mesmo, o que também é muito importante”, afirma a especialista.

Em caso de dívidas com valores maiores que o do saque, Rebeca Toyama aconselha uma negociação. “Muitas instituições financeiras concedem bons descontos quando o inadimplente deseja sair desta situação e tem um valor para dar de entrada”.


A especialista também listou cinco dicas de como controlar a impulsividade para não se endividar ainda mais com o valor a ser sacado. Confira:

1- Cuidado com a contabilidade mental, conta de cabeça para fazer gestão de dívidas não funciona, anote, use planilhas, aplicativos para evitar gastar o mesmo dinheiro mais de uma vez;

2- Cuidado com o viés da confiança as fontes de renda não costumam ser eternas, portanto, uma reserva para emergência é importantíssima, principalmente, em tempos de instabilidade socioeconômica;

3- Cuidado com o viés atencional, sua vida vai muito além do momento presente, se você quer um futuro financeiro tranquilo, comece a poupar desde já, todos já entenderam que não dá para esperar um milagre previdenciário;



4- Cuidado com o viés da confirmação, não é porque você acha que todo mundo está endividado que isso passa a ser normal, lembre-se que existem pessoas que pensam no futuro e possuem disciplina financeira;

5- Cuidado com o viés do otimismo, a vida não é um cassino, não dá para ficar esperando milagre macro ou microeconômico, pois sua colheita futura será um resultado de seu plantio no presente, quem planta vento colhe tempestade.