Gente

Esposa de Roberto Justus faz reflexão sobre maternidade e afirma: ‘Não dou conta de tudo’

Ana Paula Siebert ainda expôs como está sendo sua rotina com a pequena Vicky

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Ana Paula Siebert, esposa do empresário Roberto Justus, usou as redes sociais para expor detalhes sobre rotina como mãe. Em vídeos compartilhados nos Stories do Instagram, ela revelou que vem tendo dificuldade para realizar várias coisas ao mesmo tempo, bem como se privando do sono. "Não dou conta de tudo".

"Vou contar para vocês que nessa semana eu testei verdadeiramente a minha imunidade. Depois de ficar mudando tanto de temperatura - e assim, não é que mudei de temperatura um pouco. Mudei drasticamente. Dormi super pouco. Acho que não teve nenhuma noite que dormi mais do que cinco horas. Descobri que estou com a minha imunidade está boa, se não estaria doente", começou.

Em seguida, a influencer ainda refletiu sobre a rotina agitada após a chegada da pequena Viscky, de 1 ano. "Eu sou aquela pessoa que precisa dormir oito horas para ficar bem. Nessa noite, dormi. Mas no meu dia a dia, depois que Vicky nasceu, nunca mais aconteceu de eu dormir oito horas. Antigamente eu conseguia. Mas hoje em dia juntou trabalho, casa, família, marido, viagem, filha. Oito horas é um luxo que não existe mais em minha vida".

Com a maternidade, Ana começou a perceber que não consegue dar conta de tudo e ainda desabafou sobre o cansaço diário.

"Sempre me perguntam: 'Como você faz para dar conta de tudo?'. Gente, não dou. Chega uma hora na vida da gente que a gente tem que ter prioridade. Algumas coisas ficam abandonadas e depois a gente busca de novo, e abandona de novo. Não dá para fazer tudo. Vejo algumas amigas que vejo que às vezes ficam tentando dar jeito de tudo e ficam se matando. Então, eu falo: 'Tira essa capa de Mulher Maravilha, porque só tem no cinema e nos filmes'. Na vida real a gente precisa aprender a fazer o que dá. O que não dá, paciência, a gente deixa para lá. Tem que aprender a ser mais desapegada com as coisas", explicou.