Mundo

Estudante brasileiro é morto a facadas em universidade de Nova York

Suspeito de atacar o brasileiro, que também é estudante da instituição, foi preso pela polícia local

Redação Correio 24h
- Atualizada em

O estudante brasileiro João Souza, de 19 anos, foi morto a facadas dentro do seu próprio quarto no campus da Universidade de Binghamton, em Nova York, Estados Unidos, por um colega também estudante da instituição. O crime ocorreu por volta das 22h30 do último domingo (15). O suspeito foi preso pela polícia local na segunda-feira (16).

De acordo com informações do Extra, a universidade informou que após esfaquear o brasileiro, o suspeito fugiu do campus a pé. O homem de pele clara usava uma calça e um moletom escuros. O presidente da universidade, Harvey G. Stenger, divulgou uma nota nesta segunda-feira lamentando o crime. Stenger diz que está profundamente triste e agradece o trabalho da polícia de Nova York e aos órgãos de segurança pelo rápido trabalho em identificar o suspeito.

Jonathan Ross, superintendente do distrito escolar de Blind Brook, no Condado de Westchester, disse ao Journal News que Souza se formou no ano passado na Blind Brook High School em Rye Brook, onde ele era um jogador de futebol de destaque.

"A polícia acredita que o ataque não foi um ato aleatório e que a vítima era o alvo", disse o vice-presidente da universidade, Brian Rose.